Homem deixa £ 100.000 em seu testamento para formar pastores na China

O doador chamado Ian, da Inglaterra, partiu para a Glória, mas o impacto de sua generosidade será sentido por muitas gerações e hoje, já alcança mais de 24 mil cristãos chineses.

Fonte: Guiame, com informações da Sociedade Bíblica InternacionalAtualizado: sexta-feira, 2 de julho de 2021 17:46
A China enfrenta uma grande escassez de pastores com um líder estimado para cada 6.700 cristãos. (Foto: Sociedade Bíblica Internacional).
A China enfrenta uma grande escassez de pastores com um líder estimado para cada 6.700 cristãos. (Foto: Sociedade Bíblica Internacional).

Um homem do condado de Wiltshire, na Inglaterra, deixou £ 100 mil (equivalente a quase R$ 700 mil) em seu testamento para um projeto da Sociedade Bíblica Internacional que treina e forma pastores na China. 

Ian morreu no início de 2020 e surpreendeu com sua doação generosa, que vai financiar bolsas de estudos para 30 alunos do seminário bíblico no país comunista. Ao se formarem, os estudantes se tornam pastores e cada um deles cuidará e discipulará cerca de 800 cristãos chineses.

“Embora Ian tenha ido para a glória, o impacto de sua generosidade será sentido na China por muitas gerações”, afirmou a Sociedade Bíblica Internacional. 

Escassez de pastores na China

De acordo com a Sociedade Bíblica Internacional, a China enfrenta uma grande escassez de pastores com um líder estimado para cada 6.700 cristãos. E o cristianismo não para de crescer na China, apesar da perseguição comunista, a cada ano são cerca de um milhão de novos convertidos.

A falta de liderança significa que muitos cristãos têm pouca ou nenhuma orientação ou cuidado pastoral, o que torna alguns vulneráveis a abandonar ou a tropeçar na fé. 

Graças a doação de Ian, mais pastores entrarão no campo de pastoreio da China.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame