Homem abandona alcoolismo, torna-se pastor e constrói uma igreja para a comunidade

A vida de Roshan mudou após receber conselhos de seu irmão, que é missionário e de ouvir Deus falar ao seu coração.

Fonte: Guiame, com informações do GFAAtualizado: terça-feira, 19 de maio de 2020 18:33
Roshan tornou-se pastor e dedicou sua vida para a servir a Deus. (Foto: Reprodução/GFA)
Roshan tornou-se pastor e dedicou sua vida para a servir a Deus. (Foto: Reprodução/GFA)

Roshan conta que cresceu em um ambiente cristão, frequentou uma igreja e até exerceu atividades de destaque dentro da congregação, mas, na realidade, todos sabiam que o desejo de seu coração era por álcool, não por Cristo.

Com a vida voltada ao vício, Roshan negligenciou sua esposa e filhos e muitas vezes desperdiçava todos os seus ganhos com bebidas. Embriagado, ele vagava por sua vila e intimidava aqueles que conheceu, ameaçando até matá-los. Porém, no domingo, ele ia à igreja e liderava a escola dominical, ensinando canções e histórias da Bíblia.

"As pessoas sabiam que eu não tinha bom caráter", diz Roshan. "Ainda assim, ninguém se importava, e eu recebi todas essas responsabilidades na igreja."

O irmão de Roshan, um missionário apoiado pela GFA (Gospel For Asia), aconselhava Roshan com frequência e orava para que ele deixasse aqueles caminhos destrutivos e passasse a andar firme com Cristo. Roshan diz que lentamente, sua consciência começou a despertar dentro dele.

Um dia, Roshan acordou às três da manhã. A convicção tomou conta dele quando sentiu o Senhor trabalhando dentro de seu coração. Ele percebeu que não podia mais continuar com aquela vida de erros.

“Eu sabia que era o Espírito Santo que estava me dizendo que sair com os amigos para beber, jogar e brigar com as pessoas não era a vida correta”, diz ele. “O Senhor tocou meu coração naquela manhã. Esse foi o ponto de virada da minha vida”.

Caráter forte, corpo limitado

Roshan diz que decidiu a viver uma nova vida como marido e pai que honra a Deus. Ele reconheceu seu dever de cuidar de sua esposa e filhos, mas o único trabalho que conseguiu encontrar foi o trabalho manual.

Naquela época, ele pesava menos de 40 quilos. Anos de bebida e comportamento irresponsável o deixaram doente e fraco. Mesmo assim, ele acordava cedo todos os dias e caminhava cerca de 6,5 quilômetros até o local de trabalho, onde carregava e içava sacos de carvão pesando tanto quanto ele. Depois fazia todo o caminho de volta a pé para sua casa.

A vida era tremendamente difícil, mas a determinação de Roshan se manteve firme através da força do favor de Deus.

Desejo pelo ministério

Roshan trabalhou dessa maneira por três anos e meio, até sentir Deus imprimindo o ministério em seu coração. Em obediência, ele se preparou para o ministério em uma faculdade bíblica e depois voltou para sua aldeia natal.

Ele conta que sua paixão por ver sua própria família prosperar cresceu para incluir todos os indivíduos que conheceu. A mesma energia e coragem que ele aplicou ao seu trabalho manual encontrou agora uma saída em seu ministério.

As necessidades de um aglomerado de aldeias escondidas em uma floresta a vários quilômetros de sua cidade natal emocionaram seu coração, e ele começou a viajar regularmente para o local. Anos antes, Roshan havia caminhado quase oito quilômetros até seu trabalho para cuidar de sua família e estava preparado para fazer o mesmo com outras famílias, para que pudessem conhecer o amor que transformou sua vida.

Agora, graças à generosidade dos crentes, ele não precisava mais passar horas andando. Ele recebeu uma bicicleta robusta que lhe permitia viajar muito mais rápido e mais fácil. Nela Roshan poderia até levar sua esposa com ele para ministrar às mulheres que eles conheceram.

Durante os três anos seguintes, Deus trabalhou através de Roshan de maneiras poderosas. Várias famílias em cada aldeia começaram a se reunir para oração e estudo da Bíblia, e logo ficou claro que precisavam de um lugar permanente onde pudessem adorar juntos. Deus providenciou mais uma vez através de Seus filhos em vários lugares, a construção de uma igreja que ele começou.

Dificuldades e obstáculos

A construção perturbou alguns membros da comunidade, que começaram a acreditar que o pastor Roshan recebeu os fundos para o edifício através de um grupo insurgente que assombrava sua área. Sob essas falsas acusações, o pastor Roshan passou os próximos 18 meses de sua vida atrás das grades.

Preso sob falsas acusações, o pastor Roshan (no centro) passou a pregar na prisão, dezenas de presos queriam conhecer Jesus, incluindo esses dois homens que aparecem na foto. (Foto: Reprodução/GFA)

Choque e desânimo lançaram uma sombra sobre ele durante os primeiros dias de sua prisão, mas o pastor rapidamente alinhou seu coração com a paz de Cristo. Ele ainda tinha um profundo desejo de ver vidas problemáticas transformadas - e havia muitos homens perturbados na prisão ao seu redor, que precisam dele.

“Ninguém pode vir pessoalmente aqui e contar [aos presos] sobre Jesus, viver com eles e mostrar-lhes como é uma vida cristã”, lembra-se Roshan de ter pensado no início de sua prisão. "Então pensei que talvez fosse assim que o Senhor queria me usar."

Quando a libertação de Roshan ocorreu 18 meses depois, dezenas de reclusos haviam expressado o desejo de viver para Jesus.

Mesmo durante a ausência do pastor Roshan, seu ministério continuou. Sua esposa, Saachi, assumiu a liderança do ministério do seu marido enquanto ele estava ausente, usando sua bicicleta para continuar visitando os crentes e respondendo perguntas sobre Cristo em várias aldeias.

 

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame