Em carta escrita na prisão, cristãos testemunham sua fé: “Servimos Jesus onde estivermos”

Em uma carta contrabandeada da prisão enviada a outros irmãos, os crentes disseram que continuam firmes na fé e que encontraram cristãos de outro país na prisão.

Fonte: Guiame, com informações da International Mission BoardAtualizado: quarta-feira, 7 de julho de 2021 13:50
 Em carta escrita da prisão, o casal cristão contou como tem enfrentado a perseguição. (Foto: IMB).
Em carta escrita da prisão, o casal cristão contou como tem enfrentado a perseguição. (Foto: IMB).

Um casal cristão está na prisão, aguardando julgamento, por causa de sua fé em um país perseguido. Em uma carta contrabandeada da prisão enviada a outros irmãos, os crentes disseram que continuam servindo a Jesus mesmo vivendo uma situação de perseguição extrema.

“Estamos escrevendo esta carta para vocês da prisão. Tratamos os presidiários e todos ao nosso redor com o amor que só vem de Cristo Jesus e O servimos onde quer que estejamos. A Deus seja toda a glória e honra”, escreveu a esposa.

O marido e a esposa foram presos por compartilharem o Evangelho e enfrentarem a intolerância religiosa dos próprios familiares e autoridades do país. O casal já foi a julgamento e agora aguardam a sentença final de seu caso. 

De acordo com a International Mission Board (IMB), os julgamentos de cristãos perseguidos são frequentemente adiados e prolongados na esperança que os crentes renunciem à sua fé em Cristo e para que o governo procure mais evidências contra eles. 

Em abril, a cristã escreveu como enfrentaram a provação do julgamento no tribunal.

“O Senhor nos deu força e um rosto feliz e destemido e ficamos diante do diabo com as armas de Deus. E Deus estará conosco até o fim, irmãos e irmãs. Ore por nós sem cessar. Que as bênçãos de Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vocês", testemunhou.

Encontrando outros crentes na prisão

Em outra carta enviada pela esposa, ela relata que o marido estava no confinamento solitário e foi transferido para uma cela com outros presos. Os guardas avisaram os presidiários que o marido era cristão e que deveriam ficar distantes dele.

Assim, os encarcerados mandaram o cristão ficar na parte mais suja da cela, próximo ao banheiro, longe de todos. Mas o seguidor de Jesus teve uma surpresa quando outros prisioneiros se aproximaram dele, dizendo que também eram crentes. 

Agora juntos, eles se abraçaram e oraram, fortalecendo um ao outro. Porém, os guardas mandaram o esposo de volta para a solitária. 



Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame