Cantor sai em missão para ajudar órfãos no Haiti: "Nossa atitude muda a vida delas"

Conhecido por fundar a banda cristã Stellar Kart, Adam Agee embarcou em missão para o Haiti para auxiliar na construção de casas e ajudar crianças órfãs.

Fonte: Guiame, com informações da CBN NewsAtualizado: segunda-feira, 22 de maio de 2017 19:59
O cantor iniciou sua carreira com a banda Stellar Kart. (Foto: Reprodução).
O cantor iniciou sua carreira com a banda Stellar Kart. (Foto: Reprodução).

Adam Agee é o vocalista da premiada banda Audio Adrenaline, (Grammy e Dove Awards). Mas, ele começou sua carreira musical como membro fundador da Stellar Kart, uma banda cristã de punk rock. Durante sua carreira, entre os dois grupos, ele gravou 11 álbuns.

O cantor se engajou no projeto “The Hands and Feet” que ajuda crianças órfãs em crise no Haiti, oferecendo tratamento residencial. O projeto também ajuda a construir aldeias com várias casas de famílias lideradas por mães haitianas. Ao utilizar seus recursos, relacionamentos e seus funcionários americanos e haitianos, o projeto cristão se esforça para criar um círculo de cuidados em torno de cada criança.

O objetivo é dar a todos os meninos e meninas a chance de alcançar seu potencial dado por Deus. Eles também ajudam a criar empregos sustentáveis ​​e dignos para fazer com que essas crianças fiquem longe do abandono e de grupos de escravidão infantil. Eles acreditam que a melhor estratégia para cuidar de órfãos começa com uma luta para manter as famílias unidas.

Na primeira viagem de Adam ao Haiti, ele se lembra de ter voado sobre as Bahamas e sobre o Haiti. “É uma bela ilha”, disse ele. “Olhando do avião, parece um resort. Mas quando você começa a chegar perto da cidade, você passa pelas crianças e vê que a pobreza nas ruas é diferente de qualquer coisa nos Estados Unidos”, ressaltou.

“Há olhares pálidos sobre as caras das crianças. Sem alegria, sem esperança, sem vida. Foi tão triste ver. A diferença entre eles e as crianças que ajudamos é enorme. Os olhares em seus rostos é algo que eu nunca vou esquecer”, disse o vocalista que ajudou a construir casas e orientou crianças orfãs.

Adam observa que podemos fazer pequenas escolhas que farão uma grande diferença na vida de uma criança. "Podemos optar por ter apenas 100 canais na TV à cabo, em vez de 4.000 e dar esse dinheiro para as crianças em necessidade", disse ele. "Vá para a Starbucks menos de uma vez por semana. A quantidade de dinheiro que leva para alimentar uma criança do terceiro mundo não é nada para nós. Nossa mudança de atitude pode mudar completamente a vida dessas crianças", alertou.

Missões para mudar

A organização começou porque os pais de Mark Stuart (ex-vocalista da Audio Adrenaline) eram missionários no Haiti. Mark passou um tempo no Haiti e desenvolveu uma paixão pelas pessoas lá. Quando ele teve de sair da banda, se concentrou no ministério e agora é o diretor executivo da "The Hands and Feet".

O projeto acredita que a melhor opção para o cuidado de qualquer criança está dentro de uma família próspera e saudável. Eles celebram a união com suas famílias biológicas. Mas, também defendem a adoção, se possível. Embora forneçam um atendimento familiar excepcional em um ambiente seguro e estimulante, eles vêem as Aldeias de crianças como o melhor e último recurso para as que estão em crise.

A “The Hands and Feet” também faz parcerias com os serviços sociais da criança no Haiti. Com uma posição de humildade, eles estão fornecendo recursos e compaixão para oferecer ao Haiti as melhores opções de cuidados residenciais para as crianças mais vulneráveis.

Audio Adrenaline

A Audio Adrenaline foi formada em 1986. Eles foram inicialmente chamados A-180, mas mudaram o nome para Audio Adrenaline quando lançaram seu álbum de estreia. Durante as duas décadas seguintes, lançaram oito álbuns, ganharam dois Grammys e cinco Dove Awards. Em 2006, o vocalista Mark Stuart sofreu lesões nas cordas vocais e a banda se separou.

Em 2013 a Audio Adrenaline voltou - desta vez com uma linha nova, e a banda lançou outro álbum. Em 2014, Adam assumiu o vocal principal e a banda lançou seu décimo álbum, “Sound of the Saints”, que estreou no número um na parada de álbuns mais importantes da Billboard. "Quando essa oportunidade surgiu, parecia bom demais para ser verdade, porque eu tenho sido um grande fã da banda há muito tempo", disse Adam na época.

Siga-nos

Mais do Guiame