Batistas comemoram o resultado positivo da Trans Rio Grande do Sul

Batistas comemoram o resultado positivo da Trans Rio Grande do Sul

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:54

Pela terceira vez foi realizada a mobilização missionária Jesus Transforma no Rio Grande do Sul, levando 630 missionários voluntários de todo o Brasil para a evangelização do sul de nossa pátria. O número elevado de voluntários confirma que a estratégia de realizar a Trans no verão foi acertada. “Em 2009, tivemos um frio de 6 graus negativos, e os missionários provenientes de localidades quentes quase não conseguiam falar. Há também a questão de logística de acomodações para um frio tão intenso, as famílias a serem visitadas ficam mais reclusas”, comentou o diretor executivo da Convenção Batista do Rio Grande do Sul, Egon Grimm Berg. Desta vez os voluntários caminharam sob um sol de 40 graus, o que é mais comum para grande parte deles.

Contudo, seja no frio ou no calor, os voluntários mostram disposição e alegria para compartilharem do amor de Deus. O diretor executivo de Missões Nacionais, pastor Fernando Brandão, seguiu para o estado logo após o término da 91ª Assembleia da Convenção Batista Brasileira. Ele teve oportunidade de visitar algumas das 47 localidades que receberam equipes da Trans e voltou impactado com o trabalho, alegria e vibração dos voluntários, fato que também chamou a atenção do diretor executivo da Convenção Batista Pioneira, pastor Samuel Esperandio. Em uma análise da mobilização missionária ele enfatizou que “além de mobilizar as igrejas que enviam seus voluntários, a Trans serve como ferramenta de despertamento para as pequenas igrejas e congregações que recebem as equipes missionárias, cujo amor e desprendimento constituem-se em eloquentes mensagens não apenas pregadas, mas vividas pelos voluntários, e cuja presença impacta e provoca o despertamento dos crentes, e traz ânimo às lideranças”.

Nesta Trans, pelo menos 283 igrejas, representadas por voluntários inscritos pelo site de Missões Nacionais, abençoaram os campos do Rio Grande do Sul e serão também abençoadas pelas consequências da participação na mobilização missionária. A educadora Suzana Elida do Nascimento Farias, de São José do Ribamar (AL), destacou este aspecto em uma reunião do Conselho Geral da CBB: “Minha igreja está avivada e os jovens também. Nunca vi tantos jovens e adolescentes tão envolvidos com a evangelização”, acrescentando que membros que se tornaram voluntários continuam abrindo frentes missionárias e evangelizando. A seguir, registramos algumas impressões sobre a mobilização no Rio Grande do Sul, que já aguarda a Trans 2012.  

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame