Submissão e amor são dois imperativos divinos para a esposa e o marido

É tempo dos casais redescobrirem a riqueza do plano divino para o casamento e desfrutarem de forma maiúscula a felicidade conjugal

Fonte: guiame.com.brAtualizado: terça-feira, 30 de setembro de 2014 17:53
casal
casal

casalSubmissão e amor são dois imperativos divinos para a esposa e o marido, respectivamente. Ambas as palavras, ""submissão"" e ""amor"" estão desgastadas e distorcidas em nossa geração.

Submissão não é ser inferior nem amor está limitado apenas ao sexo. A submissão da esposa é exercer uma missão sob a missão do marido.

A missão do marido é amar a esposa como Cristo amou a igreja e a missão da mulher é dar suporte ao marido para cumprir esse desiderato divino.

A submissão não anula a mulher, valoriza-a. A igreja de Cristo torna-se mais e mais gloriosa na medida em que se submete a Cristo. Na sua submissão a Cristo está sua liberdade.

A mulher que se submete ao marido que a ama como Cristo amou a igreja tem nessa atitude sua plena satisfação. O marido que ama a esposa como Cristo amou a igreja encontra nesse amor sua mais plena felicidade conjugal.

A mulher que tenta dominar o marido e o homem que é relapso em amar sua mulher são pessoas frustradas com o propósito do casamento.

É tempo dos casais redescobrirem a riqueza do plano divino para o casamento e desfrutarem de forma maiúscula a felicidade conjugal.


- Hernandes Dias Lopes

 

 

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame