Pai finge cortar cabelo do filho para ensinar o amor de Jesus aos pais que 'perdem o controle'

"O que é importante é que você conheça Jesus Cristo", diz ele. "E quando você conhecer Jesus Cristo, ele te mostrará como lidar com seu filho".

Fonte: Guiame, com informações de BBC BrasilAtualizado: terça-feira, 9 de junho de 2015 12:42

 

Recentemente, um pai da cidade de Tacoma, nos Estados Unidos, gravou um vídeo onde a filha teve os cabelos cortados por ele como forma de punição. O motivo do castigo não foi especificado na gravação. Dias depois da repercussão na internet, Izabel Laxamana, de apenas 13 anos, cometeu suicídio.

A menina deixou seis cartas de despedida para familiares antes de pular de uma ponte na sexta-feira (5), de acordo com a polícia e informações do jornal The Independent. Ela foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Por outro lado, um pai americano resolveu rebater a onda de vídeos de humilhação de crianças e adolescentes. Wayman Gresham, que é pai de quatro filhos na Flórida, postou um vídeo no qual ameaça cortar o cabelo de um dos adolescentes, mas o "libera" da punição e reafirma a mensagem do amor de Jesus Cristo na família.

No início do vídeo, Gresham aparece ao lado do filho em pé, segurando uma máquina de cortar o cabelo. Enquanto o menino está sentado em uma cadeira, cabisbaixo, o pai diz em um tom duro que não ensinou o filho a se comportar mal na escola ou agir como um bobo. "Sei que vocês já viram muitos vídeos de pais cortando o cabelo dos filho. E agora, eu vou ensinar uma lição para o meu filho."

Mas quando ele aponta a máquina para o cabelo do garoto, o pai diz: "Espere um pouco, venha aqui me dar um abraço filho." Depois do abraço, Gresham diz que não há nada no mundo que o faria humilhar seu filho, seja cortando o cabelo dele ou de outra maneira.

"Ser um bom pai é muito mais do que isso. Ser um bom pai começa bem antes de vocês perderem o controle. É fazer seu filho ter certeza de que você o ama, independentemente do que ele seja ou o que ele faça. É mostrar o caminho sendo um exemplo para ele."

Ele encerra seu discurso com a mensagem do amor de Jesus na relação entre pais e filhos. "O que é importante é que você conheça Jesus Cristo", diz ele. "E quando você conhecer Jesus Cristo, ele te mostrará como lidar com seu filho".

Pela lei brasileira, pais que postam vídeos expondo os filhos à violência física ou psicológica ou colocando a criança em situação constrangedora estão passíveis de serem penalizados, já que tais ações podem ser consideradas crimes com base no Estatuto da Criança e do Adolescente e na lei que proíbe o castigo físico, conhecida como Lei da Palmada.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame