Proteína ou adrenalina religiosa?

O que temos a oferecer...

Fonte: Guiame, Ubirajara CrespoAtualizado: segunda-feira, 25 de maio de 2015 11:56
Adoração_imagem ilustrativa
Adoração_imagem ilustrativa

Se há algo que devemos nos perguntar é o seguinte: O que temos a oferecer além de adrenalina religiosa?

Adrenalina não passa de adrenalina, seja ela fabricada no cinema, no show, na TV, no pó, no carnaval, no estádio, no teatro ou na igreja. Agita, aquece, movimenta o corpo, põe um sorriso nos lábios e eletrifica, mas passa.

Aí a gente fica esperando pela próxima dose para voltar a ser feliz. Felicidade de evento, como o próprio nome já diz, é eventual. Seu conteúdo é volátil, isto é, evapora, pois não passa de cheiro, fumaça e dura somente enquanto o som está alto e as luzes permanecem acesas.

O Alimento Sólido possui proteína e mantém o Corpo sadio e, de quebra, fornece reservas energéticas. O pulo, o grito, o choro e a comoção, só consomem energia não reposta. É como desmatamento interior, sem replantio de árvores. Com o tempo, mata.

Irmãos, não pude falar a vocês como a espirituais, mas como a carnais, como a crianças em Cristo. Dei a vocês leite, e não alimento sólido, pois vocês não estavam em condições de recebê-lo. De fato, vocês ainda não estão em condições, (1 Coríntios 3:1-2).

 

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame