Macho demais para pedir perdão

Macho demais para pedir perdão

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:30

"Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado e a minha iniqüidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniqüidade do meu pecado".

Este texto está em Salmo 32. 1-5

É terrivel a sensação de culpa, o temor de ser descoberto e o remorso que acompanha o pecado cometido. O peso da mão de Deus tem o objetivo de inquietar e provocar uma ação reparadora. Este desconforto moral, do qual desejamos ardentemente nos livrar, nos purifica e nos mantém na condição de seres humanos.

Como diz o poeta: "Sentimento ilhado morto e amordaçado volta a incomodar".

É humanamente impossível amordaçar definitivamente a revolta, o trauma ou a mágoa. Abafados em estado cataléptico, acabam ressussitando. Não esconda a sensibilidade, permita que o seu coração seja tocado pela ferida que provocou em otrem.

Não tema ser normal, ser gente!!! A consciência cauterizada perde a capacidade sentir, de se arrepender, de pedir perdão e de recomeçar. Passou por uma blindagem moral e nem sequer é arranhada quando pratica o mal, não se importa, não se comove e não gera ações reparadoras.

A incapacidade para preconhecer erros, juntamente com indisposição para perdoar, constituem nas maiores fortalezas mentais já montadas pelo ser humano.

Isto nos torna resistentes à aproximação de Jesus.

Desmonte esta fortaleza o mais rapidamente possível e abra as portas para Jesus dominar o seu ser.

Ubirajara Crespo é pastor, escritor, conferencista, editor e diretor da Editora Naós.

Visite o Blog sob Nova Direção - http://sob-nova-direcao.blogspot.com/

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame