Leiteria governamental

Mudou o nome do dono da leiteria, mas vaca é a mesma. Claro, que mudou também a sigla usada pela cooperativa láctea, benefíciada pelo erário público construído com o nosso dinheiro.

Fonte: Guiame, Ubirajara CrespoAtualizado: sexta-feira, 10 de junho de 2016 21:07
Dilma Rousseff e Michel Temer. (Foto: Notibrás)
Dilma Rousseff e Michel Temer. (Foto: Notibrás)

A nossa política está sempre mudando de lado. A atual oposição do governo da Dilma, não é nada mais, nada menos do que a antiga situação, ou seja os antigos aliados do PT.

Ora, todos eles mataram, juntos, na mesma têta. O povo brasileiro não pode se esquecer disso. Duvido muito, que eles tenham se tornado honestos, assim, por encanto, ou seja, de uma hora para outra.

O Temmer também estava lá. A diferença era apenas de método e não de essência, no como e não no porque, a sigla usada era a mesma: a de "governistas".

Bom, agora que são oposição, não será por causa disso, que se serão dominados por um surto de honestidade.

Mudou o nome do dono da leiteria, mas vaca é a mesma. Claro, que mudou também a sigla usada pela cooperativa láctea, benefíciada pelo erário público construído com o nosso dinheiro.

Todos aqueles bezerrinhos continuam com aquela mesma fome leonina, coisa que não se tira com decretos, mas com procedimento cirúrgico.

Estes bezerrinhos xipófagos, deveriam ser separados, organica e geograficamente. Sugiro, que sejam hospedados em presídios comuns e de alta segurança. São indivíduos dignos de portar o título de internos da mais alta periculosidade. Mataram por tabela, mas a cesta valeu bem mais do que três pontos.

Só peço uma atitude de humanidade, não com eles, porque não merecem, mas com prisioneiros da estirpe de Fernandinho Beira-mar e Marcola. Tenham dó, pois não merecem um castigo desses. Afinal, são ilustres cidadãos do complexo carcerário, e como tal, batem no peito e falam com sinceridade: devo não nego, matei e admito, bati e não escondo, estuprei e não me arrependo, formei quadrilha e não faço de conta. Não neto, não devolvo, não peço perdão e não concerto. Atitude que não encontramos em nenhum destes Mega mamadores.

 

*As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial do Portal Guiame.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame