Dízimo, apenas isso?

A lei nos leva a dar por obrigação e a Graça nos leva a dar por amor.

Fonte: Guiame, Ubirajara CrespoAtualizado: sexta-feira, 18 de agosto de 2017 15:58
Dinheiro. (Foto: O Hall)
Dinheiro. (Foto: O Hall)

A lei me obriga a dar 10%, e a Graça me torna generoso a ponto de disponibilizar tudo o que tenho para o Senhor. Não exatamente para construir uma Estrutura Material ou institucional, mas para construir templos feitos de carne e osso. Pois é neste tipo de Templo, que Deus habita.

"Vocês sabem que sai o verdadeiro Templo de Deus?". Não sabem que este templo foi construído para se mover no meio desta geração e assim alcançar aqueles que vivem neste mundo, sem uma direção?

Como disse Jesus: Quando fizerdes a um destes pequeninos, a mim o fizestes.  A lei nos leva a dar por obrigação e a Graça nos leva a dar por amor.

A graça não permite que nos deixenos levar por um motim, por greves de generosidade, ou por qualquer outro tipo de revolta e nos faz dar até para o inimigo que tem fome e sede.

A igreja (note a letra minúscula), criou uma estrutura muito cara, como era o Templo de Jerusalém, mas era um só. Esta estrutura e sua equipe de gestores, se tornou cara demais. a verdadeira casa de Deus, que somos nós, é aquela na qual menos se investe.

A Glória da primeira, da segunda e da Teixeira casa não foi montada com material terrestre, mas com fé, amor, esperança, acolhimento, orientação, perdão, salvação e o brilho de todas as demais qualificações espirituais.

Esta construção deve ser o maior alvo da nossa voluntariedade em dar. É a este tipo de construção, que Jesus se referia ao dizer: "dai e vos será dado, boa medida, sacudida e bem pesada lhes será dada".

A graça de Deus foi generosa comigo e se ela não me tornar, igualmente generoso com o próximo, morrerá em mim. Não posso me deixar transformar em um caixão onde a graça será enterrada e onde será decomposta até ao ponto de virar pó.

Mais bem aventurado é dar do que receber. Portanto eu não sou o alvo final dos recursos, que Deus colocou em minha conta, sou apenas um veículo de bênção.

 

*O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame