Devemos reconhecer dons, talentos e qualificações e não a posição

Jesus oferecia a todos os seus seguidores a possibilidade de realizar as mesmas obras e obras ainda maiores

Fonte: Guiame, Ubirajara CrespoAtualizado: sexta-feira, 18 de setembro de 2015 11:42
Liderando
Liderando

Uma instituição religiosa, que reconhece apenas uma pessoa como portadora do titulo máximo (Papa, Apóstolo, Sênior, etc), escolheu obedecer ao homem e não a Deus.

Devemos reconhecer dons, talentos e qualificações e não a posição.

Quem manda, decide, obedece, distribui e avalia, ao mesmo tempo não é gente, é máquina.

Jesus não agia assim, ele oferecia a todos os seus seguidores a possibilidade de realizar as mesmas obras e obras ainda maiores.

A alegria de um líder é ser ultrapassado. O líder que não vê ninguém na sua frente já deu muitas fechadas.

 

Siga-nos

Mais do Guiame