CL 3.18-25 para maridos, esposas, filhos, patrões e empregados

CL 3.18-25 para maridos, esposas, filhos, patrões e empregados

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:03
amor ao próximoCL 3.18-25: Mulheres, cada uma de vós seja submissa ao próprio marido, pois assim deveis proceder por causa da vossa fé no Senhor. Maridos, cada um de vós ame sua esposa e não a trate com grosseria. Filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porquanto essa atitude é agradável ao Senhor. Pais, não irriteis vossos filhos, para que eles não fiquem desanimados. Escravos, obedecei em tudo a vossos senhores terrenos, não servindo apenas quando supervisionados, como quem age somente para contentar os homens, mas trabalhando com sinceridade de coração, por causa do vosso temor ao Senhor. E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, conscientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que estais servindo! Pois quem agir de forma injusta receberá o devido pagamento da injustiça cometida; e nisto não há exceção para pessoa alguma. 
 
O texto é dirigido a pessoas normais: pais, filhos, patrões e empregados, cujo único diferencial era a sua fé em Cristo. A sua fé deveria estar enterrada tão profundamente em seu ser, que os tornaria capazes de manifestá-la em sua maneira de viver. 
 
1.Esposas devem se encher de uma atitude submissa. 
-Seu papel é silenciar para que em meio ao silêncio a voz do marido encontre espaços. 
 
2.maridos precisam se esvaziar da indiferença e da grosseria. 
-fazem isto quando substituem as "divisas" por demonstrações de amor, e tudo por causa da sua fé em Cristo. 
 
3.Filhos mais obedientes. 
-Estes honram e colocam publicamente em posição de honra. 
 
4.pais menos irritantes.
-Sem usar a sua posição para oprimir ou irritar seus filhos, exigindo que realizem tarefas e se comportem como se fossem adultos. 
 
4.empregados mais honestos. 
-a fé cristã afeta o relacionamento com o patrão. 
 
Todos movidos por um único motivo: "mesmo não sabendo, cada pessoa com quem me relaciono é um instrumento nas mãos de Deus, para moldar o meu ser.
-Por este motivo, devo usar com elas, o mesmo tratamento que daria ao Senhor Jesus Cristo. 
 
Quem não tem esta fé, não sabe disto. 
 
 
- Ubirajara Crespo
Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame