Até nossos púlpitos foram invadidos por lobos famintos

Enganadores vingativos usam disfarces verbais e posturais para quebrar defesas e diminuir o nosso nível de alerta. Chegar junto é tudo o que o destruidor precisa

Fonte: guiame.com.brAtualizado: segunda-feira, 20 de outubro de 2014 18:27
pastor
pastor

pastorPoses litúrgicas têm sido largamente usadas para esconder o que se passa no coração de muitos. O costume é antigo, e Salomão já falava a este respeito há milhares de anos. Não precisaremos ir muito longe para encontrar pessoas fazendo isso, talvez você e eu.

Provérbios: 26.24. Aquele que odeia dissimula com os seus lábios; mas no seu interior entesoura o engano.

Enganadores vingativos usam disfarces verbais e posturais para quebrar defesas e diminuir o nosso nível de alerta. Chegar junto é tudo o que o destruidor precisa.

O golpe fatal costuma ser dado quando as distâncias diminuem e a credibilidade aumenta.

Aquele que odeia sabe ser frio, calculista e sórdido. Esconde emoções, usa máscaras e não hesita em machucar. Os tempos estão ficando cada vez mais difíceis e até nossos púlpitos foram invadidos por lobos famintos.

Embora pareça paradoxal, não é motivo para temer, mas para confiar, pois a Palavra de Deus é verdadeira. Jesus nos avisou de que isto ocorreria e não nos deixou sem rumo nem prumo, pois a mesma Palavra é a nossa defesa e base de nosso discernimento.

Leia mais a Biblia, pois o destino eterno da sua alma está em jogo.


- Ubirajara Crespo

 

 

Siga-nos

Mais do Guiame