A natureza agonizante nos leva a um ponto sem volta

A natureza agonizante nos leva a um ponto sem volta

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:52

Receio que Deus esteja mandando um recado para o mundo através de um povo que interfere de forma cruel na ecologia do planeta. Há pouco tempo publicamos filmes mostrando massacres cruéis e irracionais feitos contra golfinhos e baleias, e os japoneses surfavam na crista desta onda.

Não sou cientista nem juiz, mas me parece óbvio que a vida marinha sofre um grande desiquilíbrio neste momento.

Toda sujeira jogada no mar, a extinção de várias espécies marítimas, os vazamentos de petróleo são trazidas pelo homem, maior predador do planeta. Nada disto era parte do plano original do Criador de todas as coisas.

Ou paramos de brincar de deuses, ou esta megalomania nos destruirá.

O plano da serpente, de fazer com que cada um pense que poderá ser como Deus, está dando certo (Gênesis 3).

A sede pela grandeza é um vício que jamais será saciado, pois cada nova conquista nos faz pensar que podemos ir mais adiante. Toda conquista conseguida mediante este tipo de motivação, nos enterra em abismos cada vez mais profundos.

Estamos muito perto do ponto sem volta, mas você sabe que chegou a hora de pular fora deste barco e remar contra esta maré.

Filinhos, não amem o mundo nem as coisas que nele há, caso contrário, perderá a sua humanidade e a sua eternidade (Apóstolo João).

É a própria natureza agredida quem está reagindo contra seus agressores. Desastres ecológicos, como o do Japão, podem ser os precursores daquilo que a Bíblia chama de Início das dores, ou a grande tribulação.

A natureza aguarda ansiosamente a libertação final dos Filhos de Deus.

A interferência nos processos naturais de preservação ambiental embutidos na natureza provoca uma reação automática. Estes sinais, segundo Jesus, precedem à grande tribulação.

E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu (Lucas 21:11)

Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares (Mateus 24:7).

Ainda não estamos presenciando a ira final de Jeová. Quando isto ocorrer, não estaremos mais debaixo deste sol, estaremos acima dele, pois já teremos sido arrebatados, preservados deste momento.

Ubirajara Crespo é pastor, escritor, conferencista, editor e diretor da Editora Naós.

Visite o Blog sob Nova Direção -  http://sob-nova-direcao.blogspot.com/

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame