Acumule tesouros nos Céus

Vamos prestar contas a Deus pela maneira com que utilizamos o dom que recebemos Dele: o dom da vida.

Fonte: Guiame, Roberto de LucenaAtualizado: quarta-feira, 5 de maio de 2021 14:59
(Foto: Growing as Disciple)
(Foto: Growing as Disciple)

Em Mateus, capítulo 6, versículos 19 e 20, o Senhor Jesus nos adverte a que nós acumulemos tesouros nos Céus, onde o ladrão não rouba, onde a ferrugem não corrói. Com isso, Ele está no chamando à consciência para o fato de que nós sermos seres espirituais imortais, vivendo uma experiência temporal. Nós temos prazo de validade. Dessa forma, vale a pena uma existência quando somos como um rio que tem peixe, uma nuvem que tem chuva, uma árvore que produz frutos.

Vale a pena viver e tocar positivamente a alma e o coração das pessoas. Fazer uma criança sorrir feliz, tomar pelas mãos respeitosamente, reverentemente, uma pessoa idosa fazendo com que ela se sinta valorizada. Estender as mãos alguns mais necessitados e ajudar os pobres, os órfãos e as viúvas.

Vale a pena escrever a própria história, estabelecer alvos, conquistar as nossas metas. Vale a pena construir o nosso legado, mas acima de tudo isso, é imprescindível que nós vivamos com a consciência de que nós, um dia, todos, você eu, grandes e pequenos, ricos e pobres, doutos e incautos, vamos comparecer diante de Deus e vamos prestar contas a Deus, pela justiça ou pela injustiça que praticamos. Pelo bem ou pelo mal que fizemos. Vamos prestar contas a Deus pela maneira com que utilizamos o dom que recebemos Dele: o dom da vida. Que passamos por essa experiência humana e aí Jesus disse: “Conquistem, mas, sobretudo acumulem tesouros nos céus”. Edifiquem lá. Façam edifícios espirituais, porque quando nós passarmos pela porta da vida, os diplomas, a formação acadêmica, o extrato bancário, os tesouros acumulados, a fama conquistada, tudo o que nós amealhamos nessa vida vai ficar do lado de cá. E vai passar pela porta apenas quem nós somos. É aquilo que carregamos no coração. E tudo o que passa do que somos no coração, é apenas aparência.

Então que Deus nos ajude. Que nós possamos viver com qualidade, que nós possamos ser uma bênção nesta vida para muitas pessoas, que nós possamos experimentar o favor de Deus sendo abençoados por muitas pessoas, mas, sobretudo, que nós possamos ter a certeza, a paz que essa certeza dá, de que o nosso nome está escrito no Livro da Vida e de que nós podemos olhar para Deus sem ter, por vergonha, a necessidade de que abaixemos os nossos olhos.

Que Deus te abençoe. Que Deus te guarde. Que Deus abençoe a tua casa, a tua família e que Deus abençoe o Brasil!

Roberto de Lucena é Pastor e Deputado Federal (Podemos) por SP. Presidente da Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos Humanos e pela Justiça Social e ex-presidente da Frente Parlamentar de Liberdade Religiosa.

*O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: O que faz Jesus parar

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame