MENU

Rina

Feridas abertas: não podemos permitir

Há diferença entre a ferida e a cicatriz; a cicatriz nada mais é que a ferida curada.

Fonte: Guiame, RinaAtualizado: terça-feira, 17 de maio de 2016 20:13
Homem triste. (Imagem: Getty)
Homem triste. (Imagem: Getty)

Quando uma ovelha briga, ela chega no aprisco com feridas na cabeça, o pastor pega o unguento, o óleo, o bálsamo, e a unge, esfregando sua cabeça por um bom tempo, preparando a ferida para a cicatrizarão.

Do contrário, a ovelha terá suas feridas abertas e as moscas não vão deixá-la comer, o que a levará a fraqueza, doença e morte.

É exatamente a razão pela qual não podemos permitir feridas abertas em nossas vidas, apenas cicatrizes.

Há diferença entre a ferida e a cicatriz; a cicatriz nada mais é que a ferida curada.

A marca e a lembrança existem, contam histórias, mas, a dor, a vergonha e a humilhação foram superadas.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame