A instrução do Senhor na criação dos filhos

A Bíblia nos ensina que os filhos são herança, ou seja, um presente, uma benção e nunca uma maldição.

Fonte: Guiame, Ricardo SoaresAtualizado: segunda-feira, 6 de agosto de 2018 16:24
Pai lê a Bíblia com filhos. (Foto: Getty)
Pai lê a Bíblia com filhos. (Foto: Getty)

INTRODUÇÃO

Acredito que todos têm aquela sensação de “e agora? ” Ao saber que serão pais, e acredito também, que esse sentimento seja algo muito natural, já que a falta de experiência nos deixa inseguros em qualquer situação, imagine então, ser responsável por uma vida!?

No meio secular a atitude mais comum nessas situações é procurar dicas e conselhos dos mais experientes e isso é altamente louvável, mas o conselho mais importante que alguém pode dar na criação de filhos, é que eles devem ser instruídos no caminho do Senhor e a melhor forma de fazer isso é através das Escrituras. Vamos então, examinar algumas coisas que a Palavra de Deus fala sobre isso. São orientações divinas que todos que são pais deveriam ter contato.

1 – ELES SÃO HERANÇA E GALARDÃO

"Herança do Senhor são os filhos, o fruto do ventre seu galardão." Salmo 127:3

Os filhos frequentemente são vistos como uma grande responsabilidade e em algumas situações, um peso para algumas pessoas. Mas a Bíblia nos ensina que eles são herança, ou seja, são um presente, uma benção e nunca uma maldição, não importa como tenha sido sua concepção. A Bíblia também os chama de galardão, que quer dizer; “recompensa”, “prêmio” ou “homenagem”. Essa tem que ser a visão do cristão com relação aos filhos, são herança e galardão, ou seja, tem grande valor e tudo que tem grande valor merece cuidados.

2 – DEVEM SER INSTRUÍDOS

Tanto no AT como no NT, Deus enfatiza a importância da instrução para os filhos. Em Gênesis 18:19, Ele disse o seguinte à Abraão:

“Porque eu o escolhi para que ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do Senhor e pratiquem a justiça e o juízo.”

Através de Moisés, em Deuteronômio 6:6,7 disse o seguinte aos israelitas:

“Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.”

Salomão deixou várias instruções ao escrever o livro de Provérbios. Uma das mais conhecidas se encontra no capítulo 22, verso 6:

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.”

Aqui cabe uma observação importante, o sábio Salomão deixa claro que é importante que o pai instrua o menino “no” caminho e não “o” caminho, ou seja, a melhor forma de ensinarmos nossos filhos sobre o caminho de Deus é andando n’Ele e com eles. Sempre que leio essa passagem imagino a cena de um pai andando com o filho de mãos dadas e não simplesmente apontando uma direção.

O NT também traz várias instruções acerca disso e o apóstolo Paulo frisa que ela funciona usando o exemplo de Timóteo em 2 Timóteo 2:15, veja: "Recordo-me da sua fé não fingida, que primeiro habitou em sua avó Lóide e em sua mãe Eunice, e estou convencido de que também habita em você".

3 – DEVEM SER DISCIPLINADOS

Muitas vezes só a instrução teórica não é o suficiente, sendo necessário uma repreensão mais dura, um castigo. As vezes caímos no erro de achar que corrigir o nosso filho de uma forma mais dura é falta de amor, porém não é isso que a Bíblia ensina, veja: “O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga.” Provérbios 13:24

O livro de Provérbios está cheio de passagens que confirmam que o ato de disciplinar nossos filhos é uma demonstração de amor:
"A estultícia está ligada ao coração da criança, mas a vara a afastará dela." Provérbios 22:15

Estultícia é o mesmo que “estupides”, “tolice” ou “imbecilidade” e nenhum pai que ama seu filho, deseja isso para ele.

"Não retires da criança a disciplina; Porque, fustigando-a tu com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara e livrarás sua alma do inferno." Provérbios 23:13,14

Mais do que livrá-lo da estultícia, a disciplina pode livrar nossos filhos do inferno!

"A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma vem envergonhar sua mãe." Provérbios 29:15

Ela também traz sabedoria! Porém, é importante observar que a disciplina nem sempre é a vara propriamente dita, mas pode ser a privação de algo que seu filho goste, como: vídeo games, TV, celular, esportes e etc., e devem ser feitas sempre em amor. Paulo ao escrever as igrejas de Éfeso e aos Colossos, os alerta sobre isso: “Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor.” Efésios 6:4

"Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais; porque isto é agradável ao Senhor. Vós, pais, não irriteis a vossos filhos, para que não fiquem desanimados." Colossenses 3:20,21

Nenhum pai que ama de verdade seu filho deseja o irritá-lo ou desanimá-lo e da mesma forma que o Senhor repreende o filho que ama, nós devemos ser com nossos filhos:

"Porque o Senhor repreende a quem ama, assim como o pai ao filho." Provérbios 3:12

CONCLUSÃO

Nos dias de hoje, onde os valores estão cada vez mais distorcidos e invertidos, se faz necessário buscarmos cada vez mais os princípios da Palavra ao educar nossos filhos. Só agindo assim teremos a certeza de que não estamos sendo omissos para com a responsabilidade que Deus nos deu.

Por Ricardo Soares - Pastor de jovens e líder de louvor na Igreja Ministério Fonte de Vida, em Vila Velha (ES). Para saber mais, acesse soteologia.com . 

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Siga-nos

Mais do Guiame