Como classificar um mentiroso?

Não há coerência entre verdade e mentira, assim como não há modo de unir água e azeite

Fonte: Guiame, Marisa LoboAtualizado: quarta-feira, 15 de abril de 2015 11:50
mentira
mentira

Como pode um leigo identificar o mentiroso, ou mesmo nós, profissionais, como podemos diagnosticar o mentiroso diante de tantas manifestações da mentira? É uma tarefa complexa apontar quem está mentindo ou mesmo diagnosticar um mentiroso, a não ser quando são pegos em contradição ou flagrados. Mesmo para os que sofrem de doenças como mitomania, que mentem impulsivamente sem perceberem suas contradições, o diagnóstico é muito complexo.

Existem estudos que nos ensinam como perceber alguns comportamentos e sinais não-verbais que denunciam a mentira. Esses métodos foram utilizados no desenvolvimento de tecnologias e máquinas que detectam mentiras, como o polígrafo, assim como programas de computador para desmascarar o mentiroso, além do clássico estudo grafológico.

A verdade é: as pessoas arrumam desculpas para suas mentiras e acreditam que, de alguma forma, estão fazendo o "bem". Não há coerência entre verdade e mentira, assim como não há modo de unir água e azeite. Eles não se misturam, são de densidades diferentes. Assim, é difícil não mentir e acredito que muitas vezes as pessoas não têm intenção aparente de prejudicar, mas no fundo, as verdadeiras intenções revelam que esse é, de fato, o objetivo.

É possível tentar ser verdadeiro sem magoar ou ofender as pessoas, se deixarmos nossa arrogância de lado e reconhecermos que somos mentirosos sim e nos vigiarmos o tempo todo. Não é uma tarefa fácil, porque aprendemos com o nosso meio que há mentiras que não são necessariamente um "pecado". Acreditar nisso é o mesmo que acreditar que nem todas as ações do diabo são para o mal. Dessa forma, corremos o risco de maquiar as mentiras e achar que elas são normais e nem pecado são. Se acharmos que há tipos de mentiras que são normais, estaremos mudando a Palavra de Deus e o nosso caráter para pior, e passaremos a achar que, na evolução do caráter, o ser humano está avançando, progredindo – por meio da mentira? Você acredita nisso?

O livro "Porque as pessoas mentem", de minha autoria, provoca muitas perguntas, mas isto é proposital; pois são através de reflexões que construímos a verdade, foi escrito para que o leitor faça uma análise e encontre as verdadeiras respostas. Se você tem dificuldades em encontrá-las na leitura da Palavra de Deus, é possível que pela meditação nas perguntas propostas você identifique sentimentos e intenções que revelarão as verdadeiras motivações de nossas doces mentiras.

Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado – Hebreus 3.13.

Referência

Livro : "Porque as pessoas mentem" Autora Marisa Lobo

www.marisalobo.com.br

 

Siga-nos

Mais do Guiame