Durabilidade: 0%

Durabilidade: 0%

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:15

Atualmente, as coisas e os relacionamentos deixaram de ser duráveis. As pessoas se tornam cada vez mais hedonistas, sua procura por sensações é mais e mais constante. Mas essas sensações, que geram prazer, têm que ser imediatas.

Na internet, 87% do conteúdo que se encontra, é pornográfico; as drogas, que antes eram usadas somente pelos ditos marginais, hoje são usadas por todo e qualquer tipo de pessoas; os relacionamentos procurados são os chamados "líquidos", porque são fáceis de serem desfeitos; não se namora mais, hoje em dia se fica; não se casa mais, hoje em dia as pessoas se unem num relacionamento "estável". As pessoas não procuram coisas pensando se vão durar ou não, elas procuram um prazer imediato. Nós nos tornamos loucos por sentir prazer já, e nessa sede insaciável procuramos qualquer meio que tenha a capacidade de nos satisfazer.

Nos enganamos dizendo que isso é a nossa busca pela felicidade e nada mais. Mas felicidade não tem nada a ver com situações estáveis de curta duração. O que temos vivido é simplesmente a busca incessante por sensações.

E nesse novo conceito sobre durabilidade, também não procuramos mais um relacionamento de compromisso com Deus, o que procuramos, quando vamos até Ele, é uma solução para os nossos problemas, que seja instantânea. E muitas vezes, nos prendendo a Deus, não por amor, mas sim pela segurança de não ter mais problemas. Nós ignoramos o fato de que Deus não nos prometeu uma vida sem problemas, sem dores, sem aflições se vivêssemos com Ele; o que Ele prometeu foi ficar sempre ao nosso lado e jamais nos desamparar. Também ignoramos que Ele nem sempre responde as nossas orações imediatamente e do jeito que queremos, nem sempre haverá o milagre da cura, ou uma solução imediata; mais uma vez digo que Ele prometeu estar conosco, e não que teríamos uma vida sem tribulações.

Vamos pensar mais nos relacionamentos que queremos construir, que sejam laços sólidos, firmes, duradouros, tanto com as pessoas, como com Deus, e não em relacionamentos líquidos, que até trazem um certo tipo de prazer imediato, mas que jamais podem nos dar a verdadeira e plena felicidade.

Mariana Longo Mendes tem 16 anos, é estudante, trabalha com seus pais na área de Propaganda e Marketing e também escreve poesias.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame