Sublimação - Uma palavra

Sublimação - Uma palavra

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:24

A sublimação é um termo comum às belas artes, à química e à psicologia. Na psicanálise este é o nome de um dos mais eficazes mecanismos de defesa. Através da criação literária, artística, intelectual, conteúdos psíquicos sólidos e inquietantes são dissolvidos e sublimados, transformados em literatura, escultura, música, arte enfim, por meio desse formidável expediente transforma-se limão em limonada por assim dizer.

E m termos físicos a sublimação diz respeito à passagem de uma determinada substância do estado sólido para o gasoso; em termos psicanalíticos, algo semelhante ocorre, quando emoções represadas de revolta, desejo ou qualquer outra sorte são reelaboradas e canalizadas para o papel, o barro, a pedra, a canvas… Freud declarou que após o nascimento do seu quinto filho, a partir dos 40 anos de idade, suspendeu praticamente toda espécie de relação carnal, canalizando suas energias pulsionais para o seu trabalho literário. Escreveu uma obra soberba.

C omo válvulas de escape, os modos de sublimação permitem que o indivíduo se livre de resíduos psiquícos altamente tóxicos, além de prover saídas não apenas inteligentes mas também esteticamente interessantes. É uma verdadeira usina de reciclagem que, utilizando-se do lixo emocional, produz impressionantes obras de arte. A título de exemplo, da dor insuportável da perda de um grande amor, eis que surge… Travessia! ''Quando voce foi embora fez-se noite o meu viver...'' Isto é sublime! E assim da dor se faz arte.

P ena que com tão grande estoque de matéria prima não tenhamos mais sublimadores para dar outra feição à esse mundo cada dia mais acabrunhado! Infelizmente tantos adoecem retendo mágoas antigas, sentindo e re-sentindo sem a habilidade de resignificar suas dores... Alguns, como craques do futebol, para aproveitar o momento, aplicam em seus dissabores verdadeiros ''dribles da vaca'' e prosseguem, pois afinal, pra frente é que se anda. Outros, entretanto...  Seria muito bom se aprendêssemos a transformar esses conteúdos, resignificando-os de modo a amenizar a frustração sempre presente desses seres faltantes que somos.

Luiz C. Leite   é pastor, psicanalista, administrador de empresas, conferencista e escritor. Autor de "O poder do foco", editora Memorial; e "A inteligência do Evangelho", editora Naós; além de vários títulos por publicar.

- Clique no link para ver o vídeo do livro   "O PODER DO FOCO"

- Clique no link para ver vídeo do livro "A INTELIGÊNCIA DO EVANGELHO" Confira o blog do escritor:   http://luizvcc.wordpress.com/

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame