Não Despreze suas Sementes

Não Despreze suas Sementes

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:57

Deitado próximo a uma árvore majestosa, na companhia de cotias, teiús e micos-estrela (pelo menos com esses tive a satisfação de me avistar), enquanto viajava em uma leitura, ora enfadonha ora interessante, pelo atomismo de Demócrito, vez por outra tinha minha atenção interrompida pelo som de grandes castanhas que caiam da tal árvore. No final do meu período de “retiro estratégico”, essas fugidas que arranjo no decorrer dos meus dias, resolvi dar uma olhada nas castanhas que caiam insistentes... Observei que ao caírem, se rachavam, deixando à mostra uma única e grande semente. Retirei uma das sementes e fiquei imaginando aquela árvore imensa contida ali na palma da minha mão.

Poucas pessoas vêem em uma humilde semente algo mais que tão somente uma semente. Quantos vêem numa simples semente de goiaba uma árvore frondosa e carregada de frutos fazendo a alegria de centenas de milhares pela vida afora? Poucos, na verdade muito poucos! Sem discernir o mistério, desprezamos sementes.

Nossas vidas dependem, em muito, do modo como tratamos essas sementes. Se fazemos pouco caso de uma semente então está claro que não temos imaginação. Homens sem imaginação são criaturas sem visão. É da visão que tiraremos o nosso sustento e os recursos que nos darão condições de realizar nossos sonhos secundários. A visão é o meio provedor.  A visão gera riquezas. Os meios necessários para a sonhada vida abundante estão contidos de modo latente no coração da visão.

Se temos uma visão estamos de posse de fantástica semente. Uma visão, entretanto, será apenas uma ilusão se não enfrentarmos o desafio de organizar o passo a passo para transformá-la em projeto. É quando decidimos fazer algo a respeito desses sonhos que deixamos de ser apenas sonhadores e damos um passo a frente.

Deus distribui visões aos homens, poucos, entretanto, tem fé suficiente para crer que sua visão é possível e passível de ser concretizada. É lamentável saber que tantas pessoas recebem as sementes da visão e as desprezam por incredulidade ou preguiça. A semente de uma visão não é uma semente qualquer; Não pode ser jogada a esmo em qualquer lugar… Não podemos correr o risco de perder tais sementes! Não despreze suas sementes, caso contrário vai ter que trabalhar o resto da vida para aqueles que as guardaram como a um tesouro e as cultivaram com diligência.

Luiz C. Leite   é pastor, psicanalista, administrador de empresas, conferencista e escritor. Autor de "O poder do foco", editora Memorial; e "A inteligência do Evangelho", editora Naós; além de vários títulos por publicar.

- Clique no link para ver vídeo do livro "A INTELIGÊNCIA DO EVANGELHO"

- Clique no link para ver o vídeo do livro "O PODER DO FOCO"

Confira o blog do escritor:   http://luizvcc.wordpress.com/

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame