Espetáculo Nauseabundo

Espetáculo Nauseabundo

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:29

Tenho ouvido, com algum desconforto, certo "barulho" em torno do livro Feridos Em Nome de Deus . Como escritor me pergunto que tipo de serviço estaria prestando ao Reino de Deus a publicação de um trabalho como este? Sinceramente não sei que benefício poderia proporcionar ao mundo a exposição deste "circo de horrores!". Isto, entretanto,não significa que condene quem o fez. Só sustento que eu não faria.

Uma sobrinha me enviou um e-mail perguntando o que acho do livro. Respondi simplesmente que não edifica. Os curiosos desejarão saber dos tais escândalos, dos conchavos, maracutaias e outros expedientes escusos que se processam nos bastidores da igreja brasileira. A pergunta deve ser: "Esta leitura vai edificar a minha vida?"

Dói presenciar líderes de projeção nacional atacando-se mutuamente, expondo as misérias  uns dos outros, trocando farpas entre si e proporcionando ao mundo e aos pequeninos um espetáculo nauseabundo. Lamentável, sofrível, deprimente! A mídia se interessa naturalmente pela polêmica (do grego "Polemos" , que significa "guerra" ). Guerra é tema que vende bem! O que temos aí é sem dúvida uma guerra, ainda que fria, velada, invisível, mas certamente fomentada pelo diabo que sabe capitalizar muito bem a vaidade e arrogância humana.

Não quero aqui demonizar a autora. Entendo que a veia jornalística dela não aguentou... estourou... Certamente a entendo! Esse "derrame" era inevitável! Gostaria, entretanto, que a denúncia fosse apresentada por um Amós, um profeta que não apenas colocasse o dedo na ferida da igreja desavergonhada, mas trouxesse, junto com a denúncia, o peso apavorante da sentença:

"Mostrou-me também assim: eis que o senhor estava junto a um muro levantado a prumo, e tinha um prumo na mão.

Perguntou-me o Senhor: Que vês tu, Amós? Respondi: Um prumo. Então disse o Senhor: Eis que eu porei o prumo no meio do meu povo Israel; nunca mais passarei por ele.

Mas os altos de Isaque serão assolados, e destruídos os santuários de Israel; e levantar-me-ei com a espada contra a casa de Jeroboão."  (Amós 7.7-9)

Se não for assim, ficamos apenas no denuncismo que não traz conserto e nem produz arrependimento.

Por fim, disse pra minha sobrinha: Este livro vai te entristecer e talvez trazer uma espécie de desencanto negativo acerca da igreja. Leia a   "INTELIGÊNCIA DO EVANGELHO" , o livro mais recente do tio, e ainda que você venha a se entristecer com tantos erros cometidos pela igreja na esteira dos séculos, pelo menos triste você não ficará no final...Esta obra inspira e estimula os cristãos a continuarem servindo a Jesus com paixão, apesar dos homens e seus desvios. Não se deixe desiludir pelos escândalos. São inevitáveis, mas...  

Luiz C. Leite é pastor, psicanalista, administrador de empresas, conferencista e escritor. Autor de "O poder do foco", editora Memorial; e "A inteligência do Evangelho", editora Naós; além de vários títulos por publicar.

Confira o blog do escritor: http://luizvcc.wordpress.com/

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame