Yom Kippur, o presente de Deus

A palavra hebraica 'Iom' ou 'Yom' significa 'dia' e 'Kippur' significa 'expiação', que também se refere à 'reconciliação'.

Fonte: Guiame, Joel EngelAtualizado: segunda-feira, 2 de outubro de 2017 11:35
Yom Kippur. (Foto: My Jewish Learning)
Yom Kippur. (Foto: My Jewish Learning)

Levítico 16 :29, 30. “Também isto vos será por estatuto perpétuo: no sétimo mês, aos dez do mês, afligireis as vossas almas, e não fareis trabalho algum, nem o natural nem o estrangeiro que peregrina entre vos; porque nesse dia se fará expiação por vós, para purificar-vos; de todos os vossos pecados sereis purificados perante o Senhor”.

Ao pôr do sol desta sexta feira (29 de setembro), milhões de pessoas em todo o mundo celebrarão o “Yom Kippur” (Dia do Perdão em hebraico).  

O Yom Kippur de 2017 iniciará na tarde de sexta-feira, 29 de setembro e vai até à tarde de sábado, 30 de setembro (10 Tishri no calendário bíblico).

A palavra hebraica "Iom" ou "Yom" significa "dia" e "Kippur" significa "expiação", que também significa “reconciliar”. Muitos comemoram esta data como um dia de humilhação em que intercedem e pedem perdão a Deus não só pelos pecados pessoais, mas para os pecados da nação.

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”. 2 Crônicas 7:14.

Estes cultos de humilhação são precisamente a essência do que é Yom Kippur, que é considerado o dia mais sagrado do calendário bíblico. É mantido como um Sábado dos Sábados, independentemente do dia em que caia.

No dia da Expiação cada pessoa entrava na Presença de Deus com um presente, uma oferta. Aquele presente demonstrava a intensidade do desejo que a pessoa tinha pela Presença de Deus. A minha oferta mostra o quanto eu quero a Presença de Deus, e a oferta d'Ele (Jesus) mostra o quanto Ele quer a minha presença.

Só há uma coisa que separa o homem de Deus, que é o pecado. Isaias 59:2 diz também que: "os nossos pecados fazem divisão entre nós e o nosso Deus".


Os pecados da nação

Neste ano em especial quero convidar a todos brasileiros para orarmos fervorosamente pela nossa nação. Que Deus tenha misericórdia e ouça a voz das crianças das viúvas e dos pobres que choram e clamam por justiça. Que Deus faça justiça condenado os corruptos e ladrões que assaltaram os cofres públicos e seja restabelecido a ordem e o progresso trazendo a Paz e Prosperidade em todos os sentidos.

Jesus é o nosso Sumo sacerdote e nossa oferta no Dia de Yom Kippur.

Nós cremos em Jesus como nosso sumo sacerdote e que Ele também entrou no Santíssimo lugar nos céus com sua oferta (Seu Sangue) e fez propiciação por nossos pecados.

Isso nos dá muito mais autoridade para entrarmos com ousadia na presença de Deus para interceder por nossas famílias e por nossa nação.

Hebreus 10:19: "Tendo pois, irmãos, ousadia para entrarmos no santíssimo lugar, pelo sangue de Jesus, - Bíblia
Minha oferta é um presente para Deus" 

O seu presente ou oferta à Deus neste dia demonstra o quanto as coisas do céu são importantes para você. Se arrependa, confesse seus pecados, reconcilie com os que te ofenderam e os que você ofendeu e ofereça seu melhor a Deus. Escolha uma oferta (presente) e vá ao encontro do Pai. Faça do seu Yom Kippur um marco em sua história.

Joel Engel

www.escolaprofetica.com.br
Fanpage: joel engel
Facebook: Joel Engel
Inf: 055-3217-4744

Siga-nos

Mais do Guiame