A Sunamita e o Pastor

Sunamita honrou o profeta Eliseu e teve sua casa e vida abençoadas.

Fonte: Guiame, Joel EngelAtualizado: terça-feira, 9 de junho de 2015 16:56
Sunamita
Sunamita

Lembrando a celebração do dia do pastor, e eu quero homenagear estes homens santos que, apesar de não serem valorizados ao logo da história, são instrumentos de Deus para abençoar as pessoas. Quero contar uma história bíblica, sobre uma mulher que ao receber bem o seu profeta, fez dele o seu pastor.

II Reis 4:8-17
8. Sucedeu também certo dia que Eliseu foi a Suném, onde havia uma mulher rica que o reteve para comer; e todas as vezes que ele passava por ali, lá se dirigia para comer.

9. E ela disse a seu marido: Tenho observado que este que passa sempre por nós é um santo homem de Deus.

10. Façamos-lhe, pois, um pequeno quarto sobre o muro; e ponhamos-lhe ali uma cama, uma mesa, uma cadeira e um candeeiro; e há de ser que, quando ele vier a nós se recolherá ali.

11. Sucedeu que um dia ele chegou ali, recolheu-se àquele quarto e se deitou.

12. Então disse ao seu moço Geazi: Chama esta sunamita. Ele a chamou, e ela se apresentou perante ele.

13. Pois Eliseu havia dito a Geazi: Dize-lhe: Eis que tu nos tens tratado com todo o desvelo; que se há de fazer por ti? Haverá alguma coisa de que se fale por ti ao rei, ou ao chefe do exército? Ao que ela respondera: Eu habito no meio do meu povo.

14. Então dissera ele: Que se há de fazer, pois por ela? E Geazi dissera: Ora, ela não tem filho, e seu marido é velho.

15. Pelo que disse ele: Chama-a. E ele a chamou, e ela se pôs à porta.

16. E Eliseu disse: Por este tempo, no ano próximo, abraçarás um filho. Respondeu ela: Não, meu senhor, homem de Deus, não mintas à tua serva.

17. Mas a mulher concebeu, e deu à luz um filho, no tempo determinado, no ano seguinte como Eliseu lhe dissera.

Observe que ela foi recompensada por Deus e ganhou um filho. Quando ele morre, ela o coloca sobre a cama do profeta: "Ela subiu, deitou-o sobre a cama do homem de Deus e, fechando sobre ele a porta, saiu". (2 Reis 4:21).

O profeta orou e o menino ressuscitou: "Depois desceu, andou pela casa duma parte para outra, tornou a subir, e se encurvou sobre ele; então o menino espirrou sete vezes, e abriu os olhos". (2 Reis 4: 35).

Mas a benção não parou por aí. Tempos depois, a fome assolou a terra por 7 anos e Deus mandou o profeta avisar a Sunamita para que ela não sofresse as consequências daquela praga. Imagine! De todo o povo, aquela mulher foi a única que Deus salvou da praga. Esse é o carinho com o qual Deus trata os que abençoam seus servos.

Passado o tempo da fome a Sunamita voltou e foi até o Rei pedir suas terras de volta. Além de restituí-la, o Rei ainda acrescentou: Então o Rei lhe designou um oficial, ao qual disse: Faze restituir-lhe tudo quanto era seu, e todas as rendas das terras desde o dia em que deixou o país até agora. (2 Reis 8:6).

Mesmo sem pedir, o Rei decidiu lhe dar o valor de 7 anos de colheita. Isto foi o favor de Deus possibilitando a esta mulher ser a única na Bíblia a ter uma colheita sem plantar nenhuma semente na terra. A única coisa que ela fez foi semear na vida do profeta.

Que Deus abençoe os pastores e lhes dê amigos como a Sunamita. Feliz dia do pastor!

Siga-nos

Mais do Guiame