Praticando o Cristianismo

Praticando o Cristianismo

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:10

"E é por Cristo que temos tal confiança em Deus; não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus, o qual também nos capacitou para sermos ministros dum novo pacto, não da letra, mas do Espírito; porque a letra mata, mas o Espírito vivifica. " (II Corintios  3: 4 a 6)

Queridos, tudo bem?

Que o amor de Deus a graça e paz de Jesus Cristo e a comunhão do Espírito Santo esteja contigo e com todos os que você ama no dia de hoje e para todo o sempre.

Existe hoje, infelizmente, uma grande briga doutrinaria entre grupos de teólogos, uns defendem que todo crente ter que saber a Bíblia inteira de Gênesis a Apocalipse na ponta da língua, já outros defendem que a igreja tem que viver conforme a orientação do Espírito Santo e usam o versículo acima que Paulo escreveu aos Coríntios para criticarem aqueles que estudam a Palavra de Deus. Vou dizer o que penso referente a esse assunto. Acredito que realmente temos que viver conforme a orientação do Espírito Santo e deixá-lo conduzir completamente a nossa vida, as atividades da nossa igreja, e tudo o mais tem de girar em torno das Suas orientações, pois se não tivermos a orientação do Espírito Santo de Deus não conseguiremos nada, sequer entender a Bíblia. Agora, também é nossa obrigação conhecer a Bíblia, a infalível Palavra de Deus, é nossa obrigação ler, conhecer e buscar através dela cumprir a vontade de Deus para a nossa vida, ela, (Bíblia) é o nosso Manual do Fabricante. O que o Espírito Santo faz é confirmar exatamente o que a Bíblia diz. Teologicamente falando temos que ver a Bíblia de duas formas: A Logus, ou seja, a Palavra escrita; e a Rhema, ou seja, a Palavra revelada pelo Espírito Santo de Deus, elas procedem do mesmo lugar, Deus inspirou homens, há alguns falou diretamente, a outros Jesus Cristo ensinou andando com eles e outros foram instruídos pelo Espírito Santo a registrar, ensinar e principalmente praticar a vontade do Pai.

Como explicar isso de forma prática? Vamos ver, a Bíblia diz: "E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. " (Mateus 22: 39) Lendo isso na Bíblia é muito bonito e inspirador, agora, quando o Espírito Santo nos revela este versículo é que existe a grande diferença, exemplo: Você toma uma "fechada" no transito e quase bate o carro, você tendo a revelação do versículo vai dizer: 'Deus proteja está pessoa para que isso não volte a acontecer, não permita que ele se envolva em nenhum acidente e em nenhuma briga de transito. Também saberá ter o cuidado de tratar bem todas as pessoas, sejam elas quem forem, ou seja, exatamente o que desejamos para nós mesmos, atendentes de telemarketing, caixas de banco, supermercado, etc., motorista de ônibus, saberá respeitar os outros passageiros, quantas vezes já vi pessoas com mochilas enormes nas costas e outros passageiros sem conseguir um lugar na condução, saberá respeitar os outros motoristas no trânsito não andando pelo acostamento, não abusando da velocidade, temos de ser exemplos, temos que fazer diferença para que as pessoas possam ver que ainda existem pessoas corretas, Outro exemplo: "E vendiam suas propriedades e bens e os repartiam por todos, segundo a necessidade de cada um. " (Atos 2: 45) Podemos pensar 'nossa como os crentes do 1º século eram espirituais e boas pessoas' então o versículo não passara de uma mera palavra escrita, agora, com o Espírito Santo revelando: Digamos que tenho dois carros na garagem de casa, um é meu, e outro da minha esposa para podermos trabalhar, só que no final de semana vamos para a igreja com um carro só, tendo a revelação do Espírito Santo vou procurar saber quem na minha igreja não tem carro e oferecer este carro extra que está parado para que o meu irmão não tenha que ir de ônibus para a igreja, me fiz entender? A Palavra diz: "Então, enquanto temos oportunidade, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé." (Gálatas 6: 10) É incrível o que vemos hoje nas igrejas, praticamente todos os cultos vemos as mesmas pessoas na igreja e sequer sabemos o nome delas, fica mais fácil chamar as pessoas de irmão/irmã, mas será que podemos chamar isso de comunhão? A Palavra nos ensina a fazer o bem em primeiro lugar aos domésticos da fé, mas, o que vemos são pessoas tão ocupadas que não conseguem enxergar as dificuldades enfrentadas pelos outros. Estamos vivendo um momento em que estamos nos fechando dentro de nós mesmos e isso não dá espaço para ajudarmos o nosso irmão/irmã em alguma situação, pensamos que já temos problemas demais para resolver e com isso deixamos de praticar o cristianismo, mude isso já, comece por procurar saber o nome de todos aqueles que congregam contigo, pare de chamar as pessoas de irmão/irmã por não saber os seus nomes e passe a tratar as pessoas como irmãos em Cristo, a Palavra nos diz: "Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. " (Gálatas 6: 2) Queridos nos somos um só corpo em Cristo, isso significa que a vitória do meu irmão também é a minha vitória e que a luta dele também é minha, significa que se meu irmão tem um entendimento diferente do meu da Palavra de Deus tenho que respeitar e saber que nem ele e nem eu somos os donos da verdade, Deus é onisciente e não deixará um filho Seu no engano, o Senhor estará ensinando, com o amor que só Ele tem, o que é correto.

Mais um: "Aquele que diz estar nEle (Jesus), também deve andar como Ele andou. " (I João 2: 6) É muito fácil se intitular cristão, só preciso dizer que acredito em Jesus Cristo. Bem, não é só isso, o versículo acima revelado pelo Espírito Santo vai nos conduzir a uma vida de discípulos verdadeiros de Jesus Cristo, ou seja, em cada momento da nossa vida, em cada decisão que eu for tomar, vou pensar, o que Jesus Cristo faria nesta hora e nesta situação? E isso não seria difícil pois teríamos a revelação do Espírito Santo para fazer exatamente o que Jesus Cristo faria, o cristão não deve viver sob um vício, não deve falar palavrões, não deve falar mal dos outros, não deve julgar, não deve fazer justiça com as próprias mãos, ou seja, devemos apenas fazer aquilo que Jesus nos ensinou a fazer e viver longe das coisas que Ele não fez e nos orientou a não fazer. Devemos andar como Jesus Cristo andou, falar como Jesus Cristo falou e principalmente amar como Jesus Cristo amou. Temos de ter o cristianismo como pratica de vida e não como mero conhecimento teológico, Jesus Cristo quando esteve entre nós condenou veementemente os que ensinavam, mas não praticavam, senão veja: "Ele, porém, respondeu: Ai de vós também, doutores da lei, porque carregais os homens com fardos difíceis de suportar, e vós mesmos nem ainda com  um dos vossos dedos tocais nesses fardos. " (Lucas 11: 4) Existe um ditado que diz: "Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço. " Esse ditado não pode fazer parte da vida de um verdadeiro cristão.

Bom, poderia escrever aqui vários textos e mostrar como eles seriam diferentes, apenas lidos e lidos e praticados, mas não é necessário, o que quero te dizer é o seguinte, todas as vezes que for ler a Bíblia peça ao Espírito Santo que prepare sua mente para que quando você ler o texto não passe de meras palavras escritas, Deus quer que vivamos o esplendor da sua graça, Deus quer que sejamos iguais a Jesus Cristo, pois Ele veio a terra para isso mesmo fazer discípulos e fazê-los seguir exatamente a Sua vontade e prometeu que se seguíssemos os Seus passos faríamos coisas maiores que Ele próprio, que Deus maravilhoso nós temos, pense nisso. Veja o texto: "Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê em Mim, esse também fará as obras que Eu faço, e as fará maiores do que estas; porque Eu vou para o Pai; e tudo quanto pedirdes em Meu nome, Eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. " (João 14: 12 e 13)

Tudo isso aqui escrito é para divulgar a Palavra do nosso Deus e levar a vontade dEle ao maior número de pessoas possível, que Deus através destas palavras possa mostrar a quem lê, a Sua boa, agradável e perfeita vontade, tudo isso em nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Para Refletir;

"E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois estão unidos com Cristo Jesus. Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente. Ponham em prática o que vocês receberam e aprenderam de mim, tanto com as minhas palavras como com as minhas ações. E o Deus que nos dá a paz estará com vocês. " (NTLH - Filipenses 4: 7 a 9)

Frank Medina  é um jovem pastor, casado, pai de três filhos, reside na cidade de S. Paulo e trabalha na Oracle do Brasil. Foi consagrado como pastor auxiliar em 17/12/2005 pela Igreja Batista O Poder da Palavra, situada ao bairro do Butantã (SP). Se formou no curso de Ministro (Médio em Teologia) em junho de 2003. Há 9 anos tem um ministério de evangelismo, escrevendo mensagens edificantes e enviando por e-mail.

Site:  www.uniaonet.com/ibppembuguacu.htm

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame