Crianças e ovelhas abandonadas

Crianças e ovelhas abandonadas

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:14

Comecei esta segunda, 12.03.2012, perplexo. Duas notícias me chocaram. A primeira, exibida no Bom Dia Brasil, mostrou o abandono de nove crianças no centro de São Paulo. Das nove, a maioria era criança mesmo, meses de vida. Socorridas pela polícia que arrombou o apartamento onde eram mantidas presas, foram encaminhadas para os cuidados do Estado. As mães foram localizadas e presas, estavam num bar tomando cerveja.

Cheguei no trabalho e deparei-me com a segunda notícia. Abri a revista Veja evi denúncias a respeito de pastores envolvidos com falsas curas, dinheiro do tráfico, estupro. Tudo, evidentemente precisa ser checado e comprovado, mas não deixa de ser deprimente, decepcionante, caótico.

Surpresa? Não, não senti surpresa. Afinal, as duas notícias só nos mostram maisdo mesmo. Crianças são abusadas em todo o mundo; ovelhas são enganadas eexploradas em todo o mundo. Minha perplexidade acontece pelo fato de eu não ter sangue de barata, como se costuma dizer.

Ovelhas e crianças têm sido cada vez mais abandonadas a própria sorte. As tais mães e os tais pastores das reportagens somente ridicularizam a realidade fria que tem se estabelecido nas casas e nos templos.

Nos templos, repetitivos discursos com rótulos de proféticos, reveladores e milagrosos seduzem milhares para doarem milhões. São milhares sendo tratados comogado, abate um, nasce outro, que logo será engordado nas ilusões das campanhas que prometem prosperidade até o devido abatimento. Nas casas, rolam granas e tecnologias, amor próprio e cobiça, que vão sugando a energia dos pais que não percebem o quão abandonados vivem os filhos, pois pensam estar fazendo o melhor, quando na verdade se isolam uns dos outros na própria casa mascarados pelas supostas benesses da modernidade. É, estamos indo, cada vez mais, de mal a pior. Fato.

É duro começar a semana com dois tapas na cara. Minha oração é que os tapasultrapassem caras e atinjam corações. Ok, não temos recursos para mudar o mundo,mas temos todas as oportunidades de mudar o nosso mundo, lugar onde habita nossa família, irmãos e amigos. Se cada um zelar pelo seu, poderemos ter um mundo commenos notícias desanimadoras. Tanto em casa, quanto na igreja.

Paz!

 

Por Edmilson Mendes

e-mail: mendeslongo@uol.com.br
blog: calicedevida.com.br
twitter: @Edmilson_Regina
facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100000512610458 

Siga-nos

Mais do Guiame