Cópias pioradas.

Cópias pioradas.

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:00

Chuvas de novo. Tudo bem, é verão. Mas, e as enchentes? Como no ano passado, aí estão elas de novo, e piores. As soluções, como sempre, são sabidas e repetidas a cada ano pelos órgãos de imprensa: Esgotos, lixo, comportamento mais assíduo da população, obras A, B, C e D, etc.

Impostos de novo. Reajustados, caros e injustos. Continuamos a figurar entre os países com as taxas mais altas do mundo. As soluções, como sempre, são sabidas e repetidas: Reforma fiscal, enxugamento da máquina, fim da corrupção, etc.

BBB de novo. Que droga. Começou o mais deprimente espetáculo de banalidades, besteiras e baixarias da TV brasileira. A solução é conhecida de todos: Desligue a TV, mude o canal, alugue um filme, faça uma visita, enfim, não dê sua audiência.

Pior do que está não fica, pensamos, num triste concordar com o Tiririca. Mas fica pior. Ô, se fica!

As sucessivas omissões dos nossos políticos para colocar em prática as obras estruturais tão necessárias, a crescente ganância dos governadores para explorar o povo cada vez mais e a obsessão por audiência a qualquer preço por parte dos chefões da comunicação, acabam produzindo ano a ano exatamente isso: Cópias pioradas de situações que já estamos cansados.

Que a igreja não se contamine com esta irritante rotina, aceitando passivamente a piora como a única alternativa real. Não é. Não somos cópias. Os contextos em que vivemos podem piorar, mas a obra iniciada em nós por Cristo vai se aperfeiçoando dia após dia.

Políticos investidos do poder que o cargo lhes dá e ídolos investidos da sedução que a mídia lhes dá não podem nos hipnotizar e intimidar. Fogueiras, leões e Coliseu não foram suficientes para abafar a fé de milhões no passado, não é possível que as perseguições atuais como pornografia, drogas, álcool, prostituição, sexo livre e fácil, exposição de intimidades, enfim, não é possível que todo esse pacote infernal intimide e hipnotize os que são chamados Povo de Deus.

Aquiles, quando ia para o campo de batalha enfrentar um guerreiro muito mais alto e forte fisicamente do que ele, pelo menos na aparência, foi alertado por um menino: Senhor, no seu lugar eu não iria enfrentar aquele guerreiro, é o maior homem que já vi! A resposta de Aquiles foi certeira: É por isso que o seu nome nunca será lembrado!

Por que nos lembramos de alguns nomes chaves da Bíblia? Porque na hora de enfrentarem seus piores inimigos não fugiram. Os abusos de Faraó eram cópias pioradas, ficavam insuportáveis ano a ano, mesmo assim Moisés encarou a parada e marchou em liberdade. As ofensas de Golias eram cópias pioradas, ficavam humilhantes dia a dia, sem esboçar medo Davi deu um basta com uma pedra. As artimanhas do reino das trevas eram cópias pioradas, sem se desviar de sua missão Jesus cravou na cruz milênios de escravidão.

Chegou a nossa vez de não termos medo da luta. Se morrer, morremos. Se sofrer, sofremos. Se vencer, vencemos. E sempre em nome do Senhor. Nossa herança de fé vem de um texto único, inspirado e original. Somos únicos e originais, nada de cópias e pioras. Vivamos para glória dEle. E a glória dEle e para Ele não está nos abusivos e injustos impostos, nem nas mazelas estruturais do nosso país e muito menos nos BBBs que entram nas nossas casas, ridicularizando e zombando de nossas famílias. Não copie, não imite, não vá na onda. Preserve a originalidade de ser você, obra-prima das mãos de Deus, criado para o louvor da glória dEle.

Paz!

Pr. Edmilson Mendes

Edmilson Ferreira Mendes   é teólogo. Atua profissionalmente há mais de 20 anos na área de Propaganda e Marketing. Voluntariamente, exerce o pastorado há mais de dez anos. Além de conferencista e preletor em vários eventos, também é escritor, autor de quatro livros: "Adolescência Virtual", "Por que esta geração não acorda?", "Caminhos" e "Aliança".

Contatos com o pastor Edmilson Mendes:

www.mostreatitude.com.br  

mendeslongo@uol.com.br

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame