Contra quem luta o egoísta?

Egoístas deviam pensar bem se vale a pena seguir desfilando suas atitudes e decisões egoístas.

Fonte: Guiame, Edmilson Ferreira MendesAtualizado: quinta-feira, 1 de agosto de 2019 15:51
(Foto: AdobeStock)
(Foto: AdobeStock)

Tem gente que perde o melhor de cada viagem. Não curte a paisagem, as surpresas, as paradas, as ações. Tudo é chato, previsível, sem emoção. São pessoas que só conseguem olhar para o próprio umbigo. Toda uma vida pulsando bem diante do nariz, mas o sujeito não tem olhos, nem ouvidos, nem tato para sentir, ver e ouvir o que se passa. O mundo é ele.

Lembra uma antiga música que fez sucesso na voz do Guilherme Arantes: “... eu queria estar no escuro do meu quarto a meia noite, a meia luz... pensando no meu mundo e nada mais...”. Era música de fossa, de tristeza. Tanto pra se pensar e viver, mas lá está o sujeito gritando aos quatro cantos que quer somente seu mundo e nada mais.

Egoístas e seus egoísmos ferem pessoas. Geralmente pessoas próximas e que deveriam ser amadas. Seus gostos, pensamentos, escolhas e decisões não são nunca compartilhados, simplesmente vão fazendo o que querem, se isolando quando querem, se fechando para tudo e todos, achando que é assim mesmo, que todos têm de aceitar como normal cada atitude claramente egoísta. O resultado é decepção, desgosto e sofrimento para quem está a sua volta.

Egoístas deviam pensar bem se vale a pena seguir desfilando suas atitudes e decisões egoístas. Pois as pessoas cansam e seguem suas vidas, uma vez que ninguém está disposto a lutar junto ao nada, junto a alguém que simplesmente não as vê. Nessa hora pode ser que o egoísta nem se dê conta que está perdendo, afinal, não se esqueça, como regra geral olhar para o próprio umbigo é o que lhes basta para ter satisfação social.

Mas será que é só isso? Será que não existe uma luta titânica e interna no coração egoísta? Sim, existe. E é uma luta mais insana, grave e perigosa do que a pessoa egoísta possa imaginar. Alguns egoístas que começam a tomar consciência de seus comportamentos notadamente danosos para os seus relacionamentos, precipitadamente acham que lutam contra eles mesmos. Em parte, não estão errados, é necessário vencer os caprichos do nosso ego diariamente, porém esta é uma luta de todos, egoístas ou não.

A luta de todo egoísta é insana, grave e perigosa, mesmo que ele nem admita que luta, porque na verdade luta contra um poder que não deveria lutar: “Uma pessoa egoísta luta diretamente contra Deus quando procura fazer sua própria vontade e acaba se tornando solitária”, Provérbios 18:1. Lutar contra Deus é certeza de insucesso e derrota.

Lembra da oração que Cristo ensinou? “Seja feita a tua vontade...”, pois é, submeter-se a vontade de Deus muitas vezes pode aparentar ser uma grande dificuldade e desafio, mas certamente será melhor e mais sábio do que caprichosamente se fechar na realização de vontades meramente egoístas e declarar luta contra Deus. Fuja de uma vida solitária, deixa Deus trabalhar e moldar sua vida. Como? Comece amando quem te ama com gestos, renúncias, ajuda e atitudes de amor.

Edmilson Ferreira Mendes é teólogo. Atua profissionalmente há mais de 20 anos na área de Propaganda e Marketing. Voluntariamente, exerce o pastorado há mais de dez anos. Além de conferencista e preletor em vários eventos, também é escritor, autor de quatro livros: '"Adolescência Virtual", "Por que esta geração não acorda?", "Caminhos" e "Aliança".

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Siga-nos

Mais do Guiame