Já ouviu falar na Ciência dos Mortos Vivos?

Criacionismo Bíblico — Derrubando Mitos

Fonte: Guiame, Cris BeloniAtualizado: terça-feira, 20 de abril de 2021 17:39
(Foto: Canva)
(Foto: Canva)

Esse é um tema científico muito relevante que ficou conhecido no Brasil como “Ciência dos Mortos Vivos”. Trata-se de um livro chamado Ciência Zumbi – Mais ícones da Evolução, do americano Jonathan Wells, que é PhD em biologia e um dos maiores defensores da Teoria do Design Inteligente.

Ele já esteve no Brasil, apresentando seu trabalho em grandes universidades. Muito decidido, o pesquisador falou sobre a ciência moderna e o modelo darwinista. Vivemos num cenário de debates entre as teorias sobre o surgimento da vida e há muitas discussões na comunidade acadêmica.

Mas como será que isso chega até nós? Você já parou para pensar? Milhares de jovens recebem a informação pronta, em escolas e universidades, mas sequer imaginam como é que essa informação foi projetada.

Sabemos que nas aulas de ciência só se fala da teoria da evolução, enquanto a teoria da criação é rejeitada e mal interpretada como uma teoria religiosa. Décadas se passaram e ninguém conseguiu mudar essa ditadura evolucionista.

A Teoria do Design Inteligente chegou com uma nova estratégia. É como uma arma potente que chega para um exército que “parecia” estar perdendo. Nos últimos anos, houve muitos acontecimentos relevantes no mundo científico.

A teoria do Design Inteligente está entrando nas universidades e quebrando essa ditadura, dando aos jovens uma chance de refletir sobre a questão do início da vida de maneira justa, recebendo o direito à informação e liberdade de pensamento e de expressão, com ideias vivas e coerentes.

E o que o biólogo e escritor Jonathan veio fazer ao Brasil, colabora com esse momento. Ele mostrou através de sua palestra que o Evolucionismo basicamente morreu e que não há mais como sustentar suas ideias científicas ultrapassadas.

Daí o título “Ciência dos Mortos Vivos” que nos mostra que Darwin morreu e a maior parte de suas teorias já foram refutadas. São ideias mortas, não se encaixam com as descobertas do nosso tempo.

Resumindo, se o evolucionismo já morreu, esqueceram de enterrar. O que oferecem em escolas e universidades aos nossos jovens é muito mórbido e não libera suas mentes, nem abre seus olhos para enxergar o autor da vida.

Acredite, vivemos num século que vai mudar essa história. Há muitas novidades e descobertas que os criacionistas e os inteligentistas têm para compartilhar. Continue acompanhando o Derrubando Mitos, porque vamos aprender muitas coisas por aqui. Até a próxima!

Por Cris Beloni, jornalista, pesquisadora e escritora. Lidera o Movimento Bíblia Investigada e ajuda as pessoas no entendimento bíblico para a ativação de seus dons. Trabalha com missões transculturais, Igreja Perseguida, teorias científicas, escatologia e análise de textos bíblicos.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: O pó tornará à terra e o espírito voltará a Deus

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições