2015 não será um ano como os anteriores

Esperança não é apenas esperar ou permanecer estático, sem nenhum tipo de ação da nossa parte, sem compromisso com os dias que chegam, isso não é esperança, mas passividade e irresponsabilidade. Esperança é seguir em frente, é ter fé!

Fonte: GuiameAtualizado: segunda-feira, 5 de janeiro de 2015 15:33
2015
2015

Todos terminam o ano, geralmente, agradecendo o ano que finda e fazendo uma lista de promessas e desejos ao ano que se inicia. Não importa qual seja a nossa religião, todos sem exceção começam um novo ano com esperança.

A esperança é essa crença na possibilidade de vencer os obstáculos que se criam diante de nós. É acreditar que apesar de tantas situações, escândalos, fragilidade, violência, desumanidade e incompreensões, a vida vale a pena e o ano que se inicia promete!

Mas a esperança não é apenas esperar ou permanecer estático, sem nenhum tipo de ação da nossa parte, sem compromisso com os dias que chegam, isso não é esperança, mas passividade e irresponsabilidade. Esperança é seguir em frente, é ter fé! É tomar uma postura diante da vida, das situações e do nosso futuro. A esperança é ativa, produtiva e interventora do sucesso e das realizações.

Por isso gostaria de deixar um palavra da parte de Deus para a sua vida em 2015, e espetacularmente, o texto que o Espírito Santo de Deus me inspirou está no livro de Deus, a Bíblia, especificamente em Salmos, no capítulo 15 e nos deixa ao menos10 (dez) sinais de como devemos nos portar neste ano que se inicia e com quem devemos nos relacionar para obter êxito naquilo que vivermos em 2015. O Salmista diz:

Senhor, quem habitará no teu santuário? Quem poderá morar no teu santo monte?

Ele começa com uma pergunta. E é a mais clássica e perturbadora que podemos ouvir: Quem é digno de estar com Deus? Quem será abençoado(a)? Quem pode ser chamado seu filho(a)? Quem pode ser considerado digno para Deus?

Aquele que é íntegro em sua conduta e pratica o que é justo;

O salmista inspirado pelo Espírito responde essa pergunta. Ele afirma que essa pessoa é aquele que é inteiro na sua conduta, que tem um caráter saudável, uma postura sã nas suas relações pessoais, que não é falsa, que não faz joguetes emocionais, que não é dada aos protocolos interpessoais. Que anda de acordo com os fatos e a verdade pessoal, que não é "duas caras”, que não se apresenta de um jeito e age de outro. Que é ético com o próximo, que pratica justeza, que não tem dois pesos e duas medidas no trato com alguém.

que de coração fala a verdade;

O salmista continua dizendo que essa pessoa fala com o coração, que coloca a alma naquilo que faz e diz, que é alguém digno de confiança, alguém em quem se pode acreditar, que é um verdadeiro amigo, que é estável e fiel naquilo que é verdadeiro e nobre.

e não usa a língua para difamar;

Não faz mau uso da fala, que não está disposto à caluniar, nem maldizer, nem expressar sentimentos que maltratem alguém, não gosta de humilhar ou desconsiderar o outro.

que nenhum mal faz ao seu semelhante;

Que não quer prejudicar ninguém, que não coloca nenhuma pessoa em situação de risco, que deseja sempre ajudar e está pronto para auxiliar quando necessário instruindo as pessoas, sem castrar, sem se entristecer pela felicidade e prosperidade do outro.

e não lança calúnia contra o seu próximo;

É uma pessoa que não testemunha contra o seu amigo, que apóia quando precisa e repreende pessoalmente, sem "falar pelas costas”. Não é dissimulado.

que rejeita quem merece desprezo;

É alguém inteligente, que sabe que nem tudo, e nem todos merecem atenção de fato, que sabe que existe muita coisa que não edifica e que não faz bem pra ninguém, até mesmo dentro de igrejas e templos.

mas honra os que temem ao Senhor;

Usa do seu discernimento espiritual para reconhecer que não é o ter, mas o ser para Deus que move a autoridade espiritual na vida de uma pessoa. Ele não se impressiona com falas, com frases, com “poderes”, mas reconhece os sábios, aqueles que temem o Senhor. que vivem uma vida íntegra também "fora" dos círculos religiosos.

que mantém a sua palavra, mesmo quando sai prejudicado;

Essa pessoa é alguém que não vive visando o lucro desonesto naquilo que faz, que não faz da sua amizade um negócio para ganhar mais, e que mesmo prejudicado se mantém fiel aquilo que diz e crê. Não resolve a sua vida nos tribunais da terra, mas na justiça de Deus e sabe que é Ele quem o justifica.

que não empresta o seu dinheiro visando lucro;

Que é alguém que Mamom não domina. Que a riqueza não lhe muda a conduta. Que o dinheiro não o separa do amigo. E que não é alienado em relação a necessidade de alguém.

nem aceita suborno contra o inocente.

Ele não é corrupto e nem corruptor. Ele não precisa desses trampolins da maldade para se dar bem na vida. Não joga no time dos mentirosos.

Quem assim procede nunca será abalado!

Esta é a promessa. Você não será abalado diante da vida. Permanecerá de pé, adiante, esperando bons anos pela frente. Estes 10 (dez) sinais, nos dão diretrizes de como devemos nos portar e com quem devemos andar em 2015. Aqui está a lista de maneira resumida:

1. Ter integridade pessoal.

2. Ser sincero no falar.

3. Não maldizer ninguém

4. Ser Benevolente.

5. Não ser caluniador.

6. Ser Criterioso sempre.

7. Reconhecer a autoridade divina em outros.

8. Manter sua palavra, mesmo quando prejudicado.

9. Não visar lucro desonesto nas suas relações pessoais.

10. Não coloca seu caráter a venda.

Com certeza encontraremos êxito em tudo que fizermos, se fizermos debaixo da Palavra do Senhor nosso Deus. Que Jesus de Nazaré nos acompanhe todos os dias deste ano que se inicia. E que o Shalom Dele esteja com todos nós!


* (texto extraído da Bíblia Nova Versão Internacional)


- Pr. Bruno dos Santos

Siga-nos

Mais do Guiame