Metade dos americanos acreditam que Jesus era pecador, segundo pesquisa

Aqueles que rejeitam Jesus como Deus explicaram que Ele era apenas mais uma figura espiritual, assim como Maomé ou Buda.

Fonte: Guiame, com informações de WNDAtualizado: quinta-feira, 2 de abril de 2015 19:37
Diogo Morgando interpretando Jesus, em "A Bíblia". (Reprodução/ History)
Diogo Morgando interpretando Jesus, em "A Bíblia". (Reprodução/ History)

 

Muito tem sido noticiado sobre o esfriamento da fé nos Estados Unidos, e uma nova pesquisa, desenvolvida pelo Barna Group, revela detalhes de como a maioria os americanos enxergam a figura de Jesus: mais um homem pecador que passou pela Terra. 

O levantamento, feito com mais de 4 mil adultos, revela que 92% das pessoas aceitam que Jesus realmente existiu e esteve na Terra. A crença na historicidade de Jesus se reflete no sucesso de filmes como ‘A Paixão de Cristo’ e ‘A Bíblia’.

Por outro lado, quando o assunto se refere a divindade de Jesus, apenas 56% dos americanos concordaram. Aqueles que rejeitam Jesus como Deus explicaram que Ele era apenas mais uma figura espiritual, assim como Maomé ou Buda.

Com a questão da divindade em jogo, 52% dos americanos disseram que Jesus era um pecador como qualquer outra pessoa enquanto viveu na Terra. A Bíblia mostra claramente que a impecabilidade de Jesus é o que o qualifica como o único que poderia se entregar como sacrifício para pagar o preço pelos pecados da humanidade.

Apesar da influência do secularismo na educação, política, entretenimento e moral pública nos Estados Unidos, 62% dos entrevistados relataram terem tido um compromisso pessoal com Jesus no passado, que foi importante em sua vida. Entre os negros, 80% afirmaram terem assumido um compromisso com Cristo, ao passo que 60% dos brancos disseram isso.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame