Shampoo à base de cafeína estimula crescimento capilar

Shampoo à base de cafeína estimula crescimento capilar

  Estudos comprovam crescimento dos cabelos em 30 dias e 87% da redução da queda.

Shampoo hoje, como item de primeira necessidade, é primordial não somente para deixar os cabelos bonitos, mas principalmente para tratá-los e reverter os danos que as mulheres, principalmente, insistem em praticar, como tintura, alisamento, escova, pranchas etc. Tudo isso sem falar na sua função principal, que é lavar.

A alta tecnologia e as pesquisas científicas são a base para as descobertas que podem reduzir e até reverter um dos males que mais preocupam os homens e até as mulheres: a queda de cabelo.

Maurício Pupo, Professor de Cosmetologia, Diretor do IPUPO, Consultor em Desenvolvimento de Cosméticos  e Coordenador da Pós-Graduação e MBA em Cosmetologia e Docente da Universidade Bicocca - Milão, lembra que existem alguns fatores importantes que não podem ser esquecidos na hora de escolher o Shampoo ideal para este problema, dentre eles a qualidade do produto e sua ação condicionadora, que são fundamentais para a maior adesão dos pacientes.

Para tratar a queda de cabelo, uma reclamação recorrente, está sendo lançada pela ADA TINA, a linha Amplexe, que estimula o crescimento capilar, com resultados em 30 dias e 87% da redução da queda, comprovados cientificamente. O Amplexe® Shampoo Antiqueda e Amplexe® Loção Antiqueda são frutos de mais de cinco anos de pesquisa dos laboratórios ADA TINA em sua sede em Milão, na Itália, e são baseados nos mais recentes estudos cosméticos para tratamento do Eflúvio Telógeno (queda de cabelo) e da Alopecia Androgenética (a progressão mais grave, que leva à calvície).

Por conter uma combinação única de ativos com eficácia comprovada e garantida biodisponibilidade na estrutura que dá origem ao cabelo, a linha Amplexe® penetra de maneira rápida e eficaz no folículo capilar, podendo reverter a supressão do crescimento capilar promovida pela testosterona, estimular o prolongamento dos folículos capilares e estimular a microcirculação sanguínea.

“Dentre os ativos potentes de sua composição, encontra-se a cafeína e a carnitina, responsáveis pelo estímulo do crescimento capilar. Além disso, o cobre é responsável pelo prolongamento do folículo capilar. Amplexe de ADA TINA foi desenvolvido para atuar com perfeição sobre os fios tornando-os macios, com brilho e muito fáceis de pentear, além de agir profundamente contra a queda”, explica Pupo.

A estrutura capilar

Para se estudar a queda de cabelo, principalmente nas mulheres, é preciso compreender as causas: a natural diminuição fisiológica do volume pós-menopausa, o uso indiscriminado de produtos químicos, predisposição genética ou até todos eles juntos.    

Várias são as causas da queda de cabelo na mulher, desde uma diminuição fisiológica do volume dos cabelos após a menopausa, o uso indiscriminado de produtos químicos, até uma forte predisposição genética ou a união de vários fatores.

Aproximadamente 90% dos cabelos do couro cabeludo encontram-se em fase de crescimento, sendo que esta fase tem duração de cerca de dois a seis anos. O restante, 10%, encontra-se em fase de repouso, cuja duração aproximada é de dois a três meses.

  O cabelo cai ao atingir o fim desta fase. Normalmente perdemos de 50 a 100 fios de cabelo por dia, sendo substituídos por outros que nascem no mesmo folículo dando início a um novo ciclo. Esse tipo de queda natural do cabelo acontece mais na mudança de estação, na primavera e, principalmente, no outono, quando a taxa de metabolismo do corpo está mais alta.

Os cabelos crescem, aproximadamente, 1 cm por mês. À medida que o indivíduo envelhece, o crescimento dos cabelos tende a ser mais lento.  Afeta todo o couro cabeludo, com queda de cabelo generalizada. Paciente nota a perda aumentada na escova ou pente, e durante a aplicação do xampu ou creme rinse.

  A perda varia de menos de 100 a mais de 1000 fios por dia Se o estresse não for repetido, o recrescimento completo, espontâneo, se dará, invariavelmente, dentro de poucos meses.

  Freqüentemente, as mulheres se queixam que o comprimento do cabelo nunca volta a ser o mesmo que o presente antes da gravidez. Febres prolongadas ou altas podem destruir alguns folículos completamente, de modo que apenas uma recuperação parcial é possível.

'