Vídeo com Fabio Porchat usa a Bíblia como objeto de piada

Vídeo com Fabio Porchat usa a Bíblia como objeto de piada

 

'Porta dos Fundos' é um novo canal de humor do YouTube.
 
Entre os 'humoristas', está Fabio Porchat, o ator principal de um dos vídeos, chamado 'Brainstorm'.
 
No vídeo, o objeto de piada é nada menos que a Bíblia Sagrada. Pois é, o personagem de Porchat faz críticas ao livro que sugere até que tenha o título mudado.
 
Ao comentar o tal 'livro', o personagem fala de Jesus em tom nada engraçado.
 
"Eu tiraria o rapaz que diz que é o principal. Eu não entendi a função dele", é uma de suas falas.
Além disso, ele sugere que Jesus seja uma mulher e indica Cléo Pires para o papel. No final do vídeo, a atriz aparece como 'jesusa crista'.
 
Sem achar graça na piada, o Genizah escreveu um texto com o título 'Liberdade de expressão é isto aí'.
 
 
Confira o ponto de vista do autor e confira o vídeo no final da matéria:
 
"Vai brincar assim exaltando o nazismo,  esculhambando Maomé, a Lei Maria da Penha ou o filho da atriz que não nasceu... Diz que mulher gosta de apanhar, faça piadas racistas, tire umas fotos "sem noção" posando de modelo em frente a uma catástrofe qualquer...  Há limites, ou não? Claro que há. Nós estabelecemos estes limites. Não assistir é o mais eficiente e democrático instrumento de imposição de limites. Exercício de limite pessoal.
 
E se eu me senti ofendido? És cachorro morto!? Reclama!
 
Eu mesmo dei uma zoada braba no twitter dele. Fábio  foi, desnecessariamente, desrespeitoso com a fé alheia. Passou muito do ponto.  Combati humor preconceituoso com humor implicante... Tomei um block dele rapidinho. No dele não foi refresco. Olha o twitter dele ai: @FabioPorchat zoa lá!
 
Quem não chora, não mama. Reclamar é seu direito também! Alguns alcançam a maturidade de rir de tudo isto, sem se incomodar. Minha fé não se abala com isto, mas eu pensei nos outros, nos novos.
 
Humor é humor. Vale tudo? Com limites, talvez... Mas há o aviltante, não mesmo? Claro que há! A sociedade organizada aponta os limites coletivos do que aceita constrangendo democraticamente / economicamente / politicamente o transgressor, o Estado, inclusive - um dos que mais passa dos limites!
 
Contudo, sem censura! Decida você mesmo o que é bom pra você - com base nas suas crenças e convicções - pois quando o estado se mete pode tanto te impedir de ler as notícias do dia quanto te dar um kit qualquer coisa e decidir por você como educar seus filhos...
 
Como diria o Gonzaguinha: - Ninguém está com a bunda exposta na janela para passarem a mão nela...
 
Outro dia a Suplicy quis ser mais engraçada que o filho e nos mandou relaxar e gozar. Foi humor, disse ela... Tomou feio! Ou seja, na democracia, seja quem for, se fala o que quer, escuta o que não quer.... Que bom!
 
Jesus agiu assim, direto e reto, com os fariseus. Os hipócritas levaram tanto fora do Mestre que nem sei como ainda tentavam das suas. Devia ser o cão botando aquelas palavras hipócritas na boca deles, só podia ser! Era só raquetada nos religiosos!  Pow! Pow! Jesus tinha tolerância ZERO com os hipócritas... Toma raça de víboras!
 
Eu não gosto da brincadeira no vídeo, mas defendo o direito dele de faze-la e também o meu direito de protestar, reclamar e até esculhamba-lo de volta. 
 
Agora, tem de saber usar o seu direito ã liberdade, fugindo sempre da mobilização patética tão comum no nosso meio. Piti coletivo contra novela da Globo, Iluminatis, ou em protesto contra"talvez quem sabe pode ser que haja" um filme de um trapalhão herege... Ai, manos, queima o filme geral. 
 
Não gostou? Reclama. Trolla também! 
 
Censurar e proibir é que não dá. 
 
Liberdade sempre!"
 
 
E você, o que acha da brincadeira no vídeo? 
 
 
com informações do http://www.genizahvirtual.com
 
'