Evangélico é aquele que vive o Evangelho de Jesus

Evangélico é aquele que vive o Evangelho de Jesus

 

Certa vez, li numa revista de grande popularidade uma matéria que me chamou a atenção logo na capa. Falava de um homem que havia cometido assassinato. Entre a classificação de torturador, estava escrito que ele também era evangélico. Quando um evangélico comete algum erro, a impressa divulga a notícia mesmo. O curioso é que ainda não li reportagens com tanta ênfase a respeito de qualquer outro adepto a uma religião. Agora, se um crente cometer erros do tipo, certamente, irão estampar nas primeiras páginas e em todos os veículos de comunicação. Isso porque a própria sociedade tem um conceito de que o evangélico é diferente, que tem valores diferentes. Há um padrão da sociedade, e, se a pessoa descer desse padrão, obviamente, ela será punida.
 
Quando li a reportagem sobre o homem que havia cometido assassinato, alguns pontos chamaram a minha atenção: o primeiro deles foi o fato de o repórter dizer que o moço frequentava a igreja de vez em quando. Depois, mencionou que ele conhecia textos de um bruxo exotérico. Quando se fala em evangélico, é preciso saber do que se está falando. Evangélico é aquele que crê, que vive o evangelho – e o evangelho de Jesus Cristo. Frequentar congregações vez ou outra e ler textos exotéricos não caracterizam o evangélico, isso porque aquele que vive a realidade do evangelho não mata ninguém. E, à medida que eu lia a reportagem, via o quanto aquele homem, infelizmente, não tinha nada do evangelho em sua vida. Talvez tenha aprendido os textos do autor citado, mas não aprendeu nada de Jesus Cristo. E somente Jesus nos ensina a verdade. A leitura pela reportagem seguia. A informação seguinte era a de que ele fumava e, certo dia, apagou o cigarro na cabeça de um adolescente. Crente em Cristo não fuma. Evangélico não fuma. Crente é livre. Evangélico é livre, livre no Senhor, para nadar na graça de Deus. É diferente!
 
As pessoas que o conhecem, que estão ao seu lado, sabem que você é evangélico. Então, viva o evangelho genuíno. Saiba que não há privilégio maior do que esse, mas não há responsabilidade maior do que esta também. Por isso, Jesus foi tão enfático quando disse em Mateus, capítulo 7, verso 21. “Nem todo que me diz Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” Precisamos “caminhar” pelas Escrituras para identificarmos um evangélico. Você e eu conhecemos um elefante e não o confundimos com uma formiga. Assim também, a Palavra nos ensina o que é um evangélico. Como ele vive, como é o andar de um evangélico, daquele que tem o evangelho de Jesus na sua própria vida. Deus os abençoe!
 
 
por Pr. Márcio Valadão
via Blog pessoal
'