Caem as muralhas

Caem as muralhas

Ano passado aconteceu aqui na minha cidade a marcha para Jesus: com 30 mil pessoas andando pelas ruas e louvando a Deus. Esse evento se tornou um acontecimento mundial no meio do povo de Deus em todo planeta, e isso tem se dado, graças ao mover do Espírito de Deus que pelo seu sopro derrubou as barreiras das facções religiosas que por muito tempo manteve a igreja travada e indigesta para muitas pessoas.

Desde criança vi uma disputa acirrada entre as denominações evangélicas a serviço da ignorância e da falta de ética que por tanto tempo manteve os filhos de Deus separados e cheios de contendas, criando em suas almas um tumor daqueles que não matam repentinamente, mas vai dilacerando o organismo causando um sofrimento destruidor sobre o doente e também sobre aqueles que estão ao seu redor.

Já assisti tantas pessoas deixarem de servir a Deus por que foram contaminadas pelo vírus da separação dos malfeitores da fé que valorizavam mais suas denominações que propriamente Deus, mas hoje já é possível ver que muitas pessoas já se libertaram deste "embaraço" e hoje gozam da liberdade de ir e vir nos caminhos espirituais pastoreadas por pessoas muito mais comprometidas com o Reino de Deus que com meras placas denominacionais.

Sei da importância das igrejas e oro pelo crescimento delas pelo mundo a fora, bom seria que houvesse uma igreja em cada lugar onde há um boteco ou um ponto de drogas, mas, que as diferenças sejam apenas o CNPJ de cada uma, as cores de suas bandeiras e a maneira de cada uma trabalhar; nada além disto.

É bom ver os conselhos de pastores cada vez mais freqüentados e homens de Deus orando juntos com temor e tremor perante Deus, e, juntos programando eventos que reúnem toda esta gama de gente que está descobrindo que, juntos somos mais fortes, e se somos fortes podemos influenciar mais a sociedade que está tão vazia e tão carente de Deus e que depende somente de atitudes básicas deste povo tão especial chamado igreja para que seus rumos sejam mudados.

Chega de: a minha é melhor, a minha tem mais membros etc. etc. graças a Deus isto está se tornando coisa do passado, um passado tão feio quanto  a escravatura, o pretencionismo, e outros "ismos" que subjugam a mente do homem e o tornam escravos.

Jesus explodiu a mais poderosa de todas as muralhas da fé humana, a muralha da separação.

Rafi Dias   é pastor e escritor.  

Contato:   rafidias@hotmail.com

Acesse:   www.rafidias.com.br

'