Revista Veja lista dicas da filha de Edir Macedo sobre a vida a dois

Revista Veja lista dicas da filha de Edir Macedo sobre a vida a dois

 

Cristiane Cardoso é a filha primogênita de Edir Macedo, bispo da Igreja Universal do Reino de Deus.
 
Casada com Renato Cardoso, ela apresenta o programa 'Escola do Amor' junto com o marido. Juntos, o casal também escreveu o livro 'Casamento Blindado - O seu casamento à prova do divórcio'.
 
Tanto no programa quanto no livro, Cristiane e Renato falam sobre a vida conjugal, suas delícias e desafios.
 
Na revista Veja do dia 13 de março, ela é assunto da matéria intitulada 'A mulher virtuosa'.
 
A reportagem selecionou alguns dos conselhos de Cristiane para a vida a dois, tanto no livro quanto no programa, e publicou. Confira:
 
renato e cristiane
Enaltecer o marido
"A mulher que não enaltece o marido acaba castrando-o. Não é intenção dela, mas ela o faz um 'joão-ninguém'. Sem respeito, o homem perde a essência masculina. Quando você não lhe cede esse papel no casamento, ele não se sente respeitado e deixa de cumprir o papel de homem da casa".
 
Relevar os sapatos jogados na sala
"A mulher atual nem sempre tem prazer em cuidar do marido, muito menos da casa. Se ele está com fome, que se vire. Os filhos podem ficar a maior parte do tempo em uma escola e em clubes de esporte para ela ter mais tempo na carreira e outros interesses. E, quando ela chega em casa, não quer ter o trabalho de cozinhar, nem limpar nada, então se chateia com o marido por jogar seu par de sapatos no meio da sala".
 
Nunca dizer não
"... a Bíblia diz que você não tem direito de dizer não ao seu marido ou esposa quando ele (ou ela) quiser se relacionar sexualmente. Mulher, não se trata de se tornar escrava sexual do marido. A explicação dada é muito bonita e profunda: seu corpo não é seu, é dele, e o corpo dele não é dele, é seu. Vocês pertencem um ao outro. Se um negar prazer ao outro, estará rompendo a aliança do casamento, além de dar lugar ao diabo".
 
Não tagarelar quando ele estiver cansado
"A mulher tem que oferecer a necessidade do homem de relaxar. Às vezes o marido chega em casa com a cabeça quente. Não é hora de falar sobre problemas. Ela traz estresse em cima do estresse do trabalho."
 
O grande erro
"O grande de muitas mulheres é dar a portinha da felicidade sem serem conquistadas".
 
Um conselho de Renato também foi listado.
 
Entender as necessidades dele
"Por que muitos homens casam? Porque ele quer entrar na portinha da felicidade da mulher. Isso não faz dele um animal, só faz dele homem. Se um homem só quisesse amizade, companheirismo, ele se casaria com um pastor-alemão, que dá muito menos trabalho".
 
'